InternetData CenterAssinante

Kátia Smielevski é afastada da Secretaria de Infraestrutura de Criciúma

Ela está sendo investigada na Operação Blackout, deflagrada no início de julho
Kátia Smielevski é afastada da Secretaria de Infraestrutura de Criciúma
Foto: Rafaela Custódio/Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 26/11/2020 às 10:11

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) afastou a secretária de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana de Criciúma, Kátia Smielevski de suas funções. A decisão foi do desembargador Carlos Alberto Civinski, após indícios que a servidora pública estaria envolvida em um suposto esquema de fraudes em licitações. 

A secretária está sendo investigada na Operação Blackout, deflagrada no início de julho deste ano. O Ministério Público (MP) denunciou 13 pessoas, entre servidores públicos e empresários, pelos crimes de fraude à licitação, corrupção e falsidade ideológica. Segundo apurado pelo MP em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), as fraudes em contratos de serviços ligados a iluminação pública, todos firmados entre 2019 e 2020, somam R$ 35 milhões.

Segundo a 11ª Promotoria de Justiça, funcionários públicos permitiam a interferência da organização criminosa nos processos licitatórios atuando na elaboração dos projetos, de modo a inserir exigências para dificultar e inviabilizar a participação de outros licitantes.

Leia mais

MP denuncia 13 pessoas na Operação Blackout; fraudes chegam a R$ 35 milhões

Contratos referentes a iluminação pública sob investigação; Gaeco cumpre cinco mandados

Entenda a operação deflagrada em Criciúma; contratos sob investigação superam R$ 20 milhões

Prefeitura de Criciúma se manifesta sobre Operação Blackout

Justiça suspende processos licitatórios investigados pela Operação Blackout

Leia mais sobre: