InternetData CenterAssinante

Jorge Eduardo Tasca pede demissão do cargo de secretário de Estado da Administração

Adjunto Luiz Antonio Dacol assume a pasta
Jorge Eduardo Tasca pede demissão do cargo de secretário de Estado da Administração
Foto: Dóia Cercal / Secom
Por Lucas Renan Domingos Em 14/09/2020 às 20:20

O tenente-coronel da Polícia Militar (PM) Jorge Eduardo Tasca não é mais secretário de Estado da administração do governo de Carlos Moisés. Tasca pediu exoneração da função na tarde desta segunda-feira, dia 14, e o pedido foi aceito por Moisés. Ele comandava a pasta desde o início da gestão do atual governador e é um dos principais defensores do governo nos processos de impeachment e no caso da compra dos respiradores.

A saída de Tasca foi comunicada em nota emitida pelo Governo de Estado de Santa Catarina e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira. Quem assume a vaga do tenente-coronel é o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Administração, Luiz Antonio Dacol.

Veja abaixo a nota completa divulgada pelo Governo de Santa Catarina:

NOTA OFICIAL

O governador Carlos Moisés aceitou nesta segunda-feira, 14, o pedido de exoneração do secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca. Durante o período que esteve à frente da pasta, foram conquistados avanços significativos na gestão pública, com inovação, digitalização e revisão de contratos, que resultaram em economia na ordem de R$ 360 milhões aos cofres estaduais. Com a mudança, o atual secretário adjunto Luiz Antonio Dacol assume a Secretaria de Estado da Administração. Os atos de exoneração e nomeação serão publicados no Diário Oficial desta segunda-feira, 14.