InternetData CenterAssinante

Inova Jovem Unesc: após início positivo, segunda etapa já conta com 250 inscritos

São alunos de escolas públicas e particulares do Sul de Santa Catarina
Inova Jovem Unesc: após início positivo, segunda etapa já conta com 250 inscritos
Foto: Divulgação
Por Redação Em 29/09/2020 às 15:58

O projeto Inova Jovem da Unesc tem estimulado jovens de escolas do Sul de Santa Catarina a pensar sobre inovação, empreendedorismo, sustentabilidade e atitudes para transformar o mundo. Desenvolvido pela Agência de Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia (Aditt) da Universidade, em parceria com a Junior Achievement, a iniciativa entra na segunda etapa com mais de 250 inscritos, entre alunos de escolas públicas e particulares interessados no desenvolvimento de competências.

Na primeira etapa, iniciada no dia 15 de junho de 2020, os inscritos no projeto participaram de uma série de capacitações, por meio da plataforma de cursos online do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas ) e da Júnior Achievement. “São atividades não desenvolvidas habitualmente em sala de aula, como questões socioemocionais, postura empreendedora, olhares para o futuro e outras habilidades para preparar esse jovem para o mercado de trabalho em um momento de constantes transformações. O Inova Jovem tem sido incrível, superou nossas expectativas”, evidenciou o assessor de Inovação na Aditt, Christian Engelmann.

A partir do próximo sábado, dia 3, quando se encerram as inscrições, os participantes já se preparam para os desafiados de propor ideias criativas e sustentáveis para melhorar o mundo. A primeira tarefa será conhecida na segunda-feira, dia 6. Durante o desenvolvimento, os times serão orientados e capacitados sob diferentes olhares, em cinco lives, garantindo bagagem e diferenciais importantes para a superação do desafio. A final está marcada para o dia 3 de novembro.

Até o momento, a iniciativa já conta estudantes inscritos de cinco municípios diferentes. Renata Dagostim Laurindo, estudante do segundo ano do ensino médio e técnico de Administração do Cedup de Criciúma, acredita que conteúdos ministrados na primeira etapa mostraram um importante valor. Ela faz parte de uma equipe interdisciplinar já inscrita na segunda parte do Inova, com outras três colegas, uma do mesmo curso e outras duas do curso técnico em Alimentos. 

Incentivadas pelo professor de Física, Felipe Torquato Vieira, Renata, Amanda Sá dos Santos, Ariéle Cezário e Raiane Rocha Anacleto estão prontas para dar o melhor, e a expectativa é chegar ao menos na final. “Temos uma equipe diversificada, com integrantes de diversas áreas e interesses. Quando juntamos estes aspectos, e sabemos fazer isso, nosso grupo sai na frente. Organizar conhecimento é um ponto muito forte”, evidenciou. 

Dedicadas a aprender, a equipe também tem nas bolsas de estudos, parte da premiação, mais uma motivação. “Com certeza estimula muito. Como é uma vontade compartilhada por todas nós, motiva ainda mais”, destacou. 

Proposta desenvolve habilidades pontuais para formar o cidadão do futuro

Coordenadora pedagógica do Colégio Unesc, Mainara Figueiredo Cascaes explica que o Inova Jovem oferece aos estudantes do ensino médio competências importantes para a gestão de vidas. Ela coloca o desenvolvimento pessoal como fator preponderante para o incentivo dos alunos a participar desta iniciativa. “O programa traz uma série de atividades para desenvolver habilidades que vão para além da sala de aula, levando-os a pensar em empreender, gerenciar a vida financeiramente, entender quem são e quem querem ser no mercado de trabalho e como podem fazer diferença para o mundo, considerando o desenvolvimento pessoal associado ao pensamento cognitivo”, explicou.

No Colégio Unesc, uma série de ações estão envolvendo os estudantes no Inova Jovem. Conforme a coordenadora, os retornos já têm sido positivos nos mais diversos olhares. “Eles ressaltam como é interessante aprender neste novo formato, explorando o mundo digital que já é tão presente para outras atividades. Para a próxima etapa surgem novos desafios, que proporcionarão habilidades focadas em resolução de problemas, gerenciamento de conflitos, trabalho em equipe e outras atribuições que determinantes no futuro de cada participante. Com certeza os alunos que estão vivenciando esta experiência sairão diferentes, com um crescimento significativo em um ensino articulado para a vivência além da sala de aula”, destacou. 

Participam da iniciativa adolescentes que estejam cursando o ensino médio ou que já tenham encerrado o terceiro ano em escolas públicas ou privadas e ainda não tenham ingressado no Ensino Superior. Além de todo o conhecimento adquirido, a participação no projeto vale para os estudantes a possibilidade de garantir prêmios e bolsas de estudos na Universidade. Após todas as fases do projeto e seus objetivos cumpridos, a equipe vencedora do Inova Jovem será premiada com bolsas de graduação, um Apple iPad 7ª Geração para cada integrante, além de um troféu destaque de 1º lugar. Já as equipes que ficarem em segundo e terceiro lugar serão contempladas com bolsas de estudo e troféus de destaque.