InternetData CenterAssinante

Inaugurados nessa segunda-feira, dez novos leitos de UTI do HSD já devem ficar lotados nesta terça

Regulação do Estado solicitou reserva dos leitos para pacientes de outras regiões
Inaugurados nessa segunda-feira, dez novos leitos de UTI do HSD já devem ficar lotados nesta terça
Foto: Divulgação
Por Lucas Renan Domingos Em 04/08/2020 às 12:45

Os dez novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Donato (HSD) para tratamento de casos do novo coronavírus foram colocados em funcionamento às 18 horas dessa segunda-feira, dia 4. Mas nesta terça-feira, dia 5, todas as unidades já deverão estar ocupadas com pacientes de Covid-19. A informação foi dada pelo prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon, durante reunião dos prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) e confirmada pelo diretor-administrativo do hospital, Júlio César De Luca.

Segundo o diretor-administrativo, sete leitos devem ser ocupados por pacientes de outras regiões. “Ontem a gente colocou os dez novos leitos para funcionar às 18 horas. A regulação do Estado logo entrou em contato e encaminhou para cá um paciente de Içara, que estava esperando vaga no Hospital Regional de Araranguá, e também um morador de Criciúma. Depois nos pediram para reservar os oito leitos restantes, porque iriam trazer pacientes de outras regiões para cá. Só que surgiu uma nova situação de paciente de Içara e pedimos para o Estado deixar essa pessoa aqui. Os outros sete leitos deverão ser com pacientes de todas as partes de Santa Catarina, que já devem estar a caminho”, apontou.

De Luca afirma que apesar da rápida lotação, nenhum novo leito de UTI está previsto para o HSD até o momento. Com os dez novos leitos, o hospital de Içara agora conta com 12 unidades para atendimento exclusivo de casos de Covid-19. “Acreditamos que todos os leitos devam estar ocupados ainda nesta terça-feira com a chegada dos pacientes de fora”, apontou.

Além dos leitos de UTI, o HSD conta também com 30 leitos clínicos para cuidados de pessoas positivadas para o novo coronavírus. “Na clínica, a média de ocupação tem sido entre oito e 12 leitos por dia. A rotatividade é maior”, destacou De Luca.