InternetData CenterAssinante

IMA retoma análises de balneabilidade em Santa Catarina

Monitoramento foi interrompido em março devido à decretação de situação de emergência
IMA retoma análises de balneabilidade em Santa Catarina
Foto: Cristiano Estrela /Secom.
Por Redação Em 10/09/2020 às 17:11

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) retomou na última semana de agosto as análises de balneabilidade dos 231 pontos do litoral catarinense. O monitoramento da qualidade da água do mar para banho humano foi interrompido em março devido à decretação de situação de emergência ocorrida pela pandemia.

As funções do laboratório foram bastante impactadas devido a especificidades exigidas para a realização das atividades, como espaço obrigatoriamente fechado para que não haja contaminação das amostras, e também ao perfil de boa parte do quadro de servidores lotados no laboratório e pertencentes ao grupo de risco da Covid-19.

Agora, com os devidos procedimentos de segurança, e com apoio do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, as amostras já voltaram a ser coletadas, e com medidas de distanciamento social e adaptações para a realização das análises, o laboratório retoma na íntegra as atividades. No entanto, a divulgação de resultado ainda não será realizada da forma tradicional, próprio e impróprio.

Nas próximas semanas, os relatórios de balneabilidade serão lançados com o resultado 'indeterminado' ou 'impróprio'. Essa situação ocorre devido à metodologia aplicada (Resolução CONAMA 274/2000), que leva em conta os últimos cinco resultados de contagem de coliformes fecais obtidos nas amostras. Como os últimos levantamentos são do mês de março, novas cinco análises devem ser feitas para a obtenção de um resultado confiável.

Tradicionalmente, o IMA realiza as análises semanais somente na temporada de verão, de novembro a março, mas devido à situação excepcional, as coletas semanais foram antecipadas para o mês de outubro, dando mais segurança aos resultados para os banhistas. Desta forma, a previsão é que a balneabilidade esteja normalizada com os dados de próprio e impróprio na terceira semana de outubro.

O IMA recomenda que os banhistas sigam as orientações das autoridades da saúde, evitando permanecer em praias para não causar aglomerações. 

Colaboração: Claudia Xavier - Assessoria de Comunicação