InternetData CenterAssinante

Helton Zeferino pede exoneração do cargo de secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina

Alesc já pedia afastamento de Zeferino pela suposta compra de respiradores fantasmas
Helton Zeferino pede exoneração do cargo de secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina
Foto: Mauricio Vieira/Secom
Por Lucas Renan Domingos Em 30/04/2020 às 22:56 - Atualizado há 4 meses

Helton Zeferino não é mais o secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina. O Governo do Estado confirmou na noite desta quinta-feira, dia 30, que Zeferino pediu exoneração do cargo. Desde a revelação da suspeita de compra de respiradores fantasmas pela Secretária de Estado da Saúde (SES), o governador Carlos Moisés vinha sendo pressionado para afastar Zeferino da função de chefe da pasta. 

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) estava preperando para encaminhar ao governador na próxima segunda-feira, dia 4, o Requerimento 426/2020, que pediria o imediato afastamento de Helton Zeferino do cargo de secretário de Estado da Saúde. O  pedido de afastamento se baseia na denúncia veiculada em reportagem do site The Intercept Brasil, nesta semana, sobre possíveis irregularidades na compra, por R$ 33 milhões, de 200 respiradores artificiais pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.

Os parlamentares entenderam que a negociação não teria como ser efetivado sem o conhecimento e o aval do secretário. A exoneração foi comunicada pelo Governo de Santa Catarina por meio de nota. Nela o governo agradeceu os trabalhos do agora ex-secretário e enalteceu conquistas na Saúde enquanto ele esteve à frente da pasta. 

Veja a nota completa abaixo:

O Governo do Estado de Santa Catarina comunica que no fim da tarde desta quinta-feira, 30 de abril de 2020, o governador Carlos Moisés recebeu do secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, o seu pedido de exoneração.

O Governo agradece os serviços prestados pelo secretário em prol das políticas públicas de saúde dos catarinenses, ao tempo que reconhece as conquistas e avanços da pasta sob o seu comando.

Cabe registrar que a quitação da dívida da saúde, estimada em quase R$ 750 milhões, e a construção da política hospitalar catarinense, em parceria com os municípios e hospitais filantrópicos, são resultado do trabalho efetuado desde o início de 2019.

Em especial, ainda, a coordenação das ações do Estado de Santa Catarina no combate à pandemia da Covid-19, que traz até aqui resultados diferenciados para o nosso Estado no comparativo com o Brasil em relação à baixa taxa de letalidade assim como na exemplar preparação do sistema de saúde pública de média e alta complexidade.

O nome do novo secretário de Estado da Saúde deverá ser divulgado nos próximos dias.

Leia mais:

Força-tarefa apura denúncia de superfaturamento e pagamento adiantado na compra de respiradores

MPSC apura aquisição de respiradores pelo Governo do Estado

Justiça bloqueia R$ 33 milhões de empresa que vendeu respiradores ao Governo de Santa Catarina

Assembleia Legislativa terá CPI sobre respiradores; Plenário pede afastamento de secretário