InternetData CenterAssinante

Governo prevê transporte público para profissionais de saúde e limpeza

Secretário de Infraestrutura garantiu que trabalhadores necessitam do transporte coletivo
Governo prevê transporte público para profissionais de saúde e limpeza
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 18/03/2020 às 21:45

Foi definido na manhã desta quarta-feira, dia 18, a suspensão por sete dias do transporte público de Criciúma. A medida foi tomada durante reunião da Associação Criciumense de Transporte Urbano (ACTU) com a cúpula da Prefeitura de Criciúma, e está alinhada com um novo decreto do Governo do Estado que inclui também a suspensão, pelo mesmo período, das linhas intermunicipais e interestaduais.

A interrupção dos serviços terá início a partir da zero-hora desta quinta-feira. Ainda está em estudo uma alternativa para profissionais que atuam nos hospitais de Criciúma e isto será discutido em nova reunião. “As gerências estão reunidas no hospital para ver a logística destes trabalhadores. A discussão começou ainda nessa terça-feira e já fizemos outra hoje. Ficou decidido que cada serviço vai, sim, criar sua logística interna para transportar estes trabalhadores”, comentou em entrevista coletiva o diretor técnico do Hospital São José, Rafael Elias Farias. 

O secretário de Infraestrutura de Santa Catarina, Thiago Vieira ressaltou que profissionais da saúde e de limpeza urbana possuem prioridades em relação ao transporte público no Estado. “As gestões municipais estão autorizadas a fazer o transporte desses profissionais de maneira exclusiva, com identificação, e com a responsabilidade para que os trabalhadores possam garantir atenção primária dentro da rede de saúde e também a questão da limpeza urbana”, relatou. Até a publicação desta matéria o município de Criciúma ainda não havia informado qual seria a decisão em relação ao transporte público no município para os profissionais.

Atualização em tempo real

Carregando...
${ noticia.hora_cadastro }