InternetData CenterAssinante

Fapesc destina R$ 500 mil para pesquisas nas áreas de saúde e desenvolvimento econômico

Submissão precisa ser feita até 5 de maio no site da Fapesc
Fapesc destina R$ 500 mil para pesquisas nas áreas de saúde e desenvolvimento econômico
Foto: Robson Valverde/SES
Por Redação Engeplus Em 21/04/2020 às 12:20

Pesquisadores de Santa Catarina poderão participar do edital lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), com o objetivo de incentivar estudos sobre o coronavírus de impacto imediato na área da saúde ou para retomada econômica no Estado. Serão destinados R$ 500 mil para apoio às propostas aprovadas. A submissão precisa ser feita até 5 de maio no site www.fapesc.sc.gov.br.

Para participar, o pesquisador precisa ser residente em Santa Catarina, vinculado a uma Instituição de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTI) e ter como objetivo ações imediatas para prevenção e enfrentamento dos desafios da Covid-19 para as áreas de saúde, convívio social e desenvolvimento econômico.

“A Fapesc quer contribuir com esse momento. Queremos desafiar os pesquisadores catarinenses, nossa academia e nossos cientistas a auxiliarem na busca de soluções, na elaboração de estudos que possam contribuir com esse enfrentamento”, explica o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, ressaltando que esse edital é específico para pesquisadores ligados às instituições de ensino e pesquisa de Santa Catarina.

Para o presidente, é muito importante que os pesquisadores possam fazer os seus estudos de uma forma rápida e, assim, apresentarem contribuições que possam gerar impactos no curto prazo. “A ideia não é um estudo de longo tempo, mas estudos e pesquisas que, inclusive com aplicação de extensionistas, possam contribuir de forma imediata no combate ao coronavírus”, completa.

O secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, lembra-se da capacidade apresentada pelos catarinenses na resolução dos problemas. “A inovação, no Governo de SC, é política de Estado. Somos polo em competências e catalisadores de boas práticas, com inúmeras universidades e instituições parceiras. Com o edital, reforçamos mais dois movimentos importantes: buscar soluções qualitativas e céleres para nossas comunidades; e, especialmente, seguir tomando decisões baseadas em evidências científicas”, destaca Esmeraldino.

Edital com recursos próprios

A Fapesc vai investir R$ 500 mil com recursos próprios. Cada proposta poderá ter valor máximo de até R$ 100 mil. A Fapesc também integra a uma chamada nacional com o objetivo de incentivar pesquisas para combate a Covid-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves. O edital foi lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), realizado em conjunto com os ministérios de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Saúde. O valor destinado é de R$ 50 milhões e as propostas devem ser submetidas até 27 de abril.

Os pesquisadores catarinenses aprovados poderão optar por duas bolsas de pós-doutorado (sênior ou júnior) ou uma bolsa de pós-doutorado e três de mestrado em cada projeto. Para isso, a Fapesc vai disponibilizar até R$ 1,2 milhão.

Os dois editais completos estão disponibilizados no site www.fapesc.sc.gov.br.

>>> Confira aqui o edital completo da Fapesc 

>>> Acesse o edital do CNPq e as diretrizes da Fapesc