InternetData CenterAssinante

Entenda por que idosos terão novo Centro de Convivência no Parque das Nações

Nova estrutura contará com 1,546,21 metros quadrados; obras serão realizadas em dez meses
Entenda por que idosos terão novo Centro de Convivência no Parque das Nações
Foto: Divulgação/Decom
Por Rafaela Custódio Em 28/04/2020 às 09:08

O Parque das Nações Cincinato Naspolini, no bairro Próspera, em Criciúma, contará com mais um espaço, que será destinado ao Centro de Convivência da Terceira Idade (CCTI). Atualmente, a Capital do Carvão conta com cerca de 680 idosos que frequentam as oficinas ofertadas pela Prefeitura e mais 1,4 mil que participam dos 58 grupos nos bairros. 

A atual sede está localizada no Morro Cechinel e a mudança ocorre para que os idosos tenham mais espaço e opções de atividades. Conforme a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, o novo local contará com 1,546,21 m². 

“As atividades para os idosos aumentaram nos últimos anos e nós vimos a necessidade de um novo local. O Parque das Nações é um local bastante acessível aos idosos e eles poderão utilizar ainda mais o ambiente, como a pista de caminhada e a quadra para as atividades”, comenta. 

Kátia explica que o recurso para construir o Centro do Idoso foi viabilizado por meio de convênio entre Prefeitura de Criciúma, Fundo de Desenvolvimento Municipal (Fundem) e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). O governo municipal investirá R$ 3.521.725,21. A empresa responsável pela execução da obra é a BRE Construções. 

“É um dinheiro destinado para esta obra específica e, por isso, este serviço já iniciou. É um recurso que não podemos destinar para outro local, por exemplo. Serão dez meses de trabalhos e a empresa responsável prometeu nos entregar até dezembro”, pontua. 

As atuais oficinas oferecidas pelo CCTI são: arteterapia, vivências, informática, alongamento, ritmo de salão, yoga, ballet, dança de salão, dança coreográfica, violão, teclado, canto coral, bocha, bolão, vôlei, artesanato, tricô, crochê, ginástica, treinamento funcional, ritmos (zumba), canastra, truco, dominó, e xadrez.