InternetData CenterAssinante

Entenda o que muda com a matriz de risco gravíssimo na região carbonífera

Nova matriz traz mudanças para diversos segmentos
Entenda o que muda com a matriz de risco gravíssimo na região carbonífera
Foto: Unsplash / Ilustrativa
Por Rafaela Custódio Em 25/11/2020 às 10:55

A nova matriz de risco foi divulgada pelo Governo do Estado e apontou que 13 regiões de Santa Catarina estão no estado gravíssimo e apenas três no grave (cor laranja). A Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) está na cor vermelha e com o aumento de casos crescendo diariamente. Com a mudança, muitos setores serão afetados novamente e precisarão alterar horários e capacidade de lotação. 

Conforme o coordenador da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco, algumas alterações já foram informadas aos responsáveis pelos setores como de restaurantes, bares, academias, igrejas. “Eventos de qualquer natureza estão suspensos, festas continuam suspensas como boates e casas de shows. Já museus, bibliotecas e cinemas também não poderão abrir ao público. Academias e igrejas poderão receber apenas 30% da capacidade máxima”, explica. 

Bucco ainda lembra que restaurantes e bares poderão receber clientes apenas até as 23 horas. “A meia-noite esses estabelecimentos precisarão encerrar as atividades. As mesas são para quatro pessoas e essas regras começam a valer a partir de sexta-feira, dia 27, ou seja, 48 horas depois da atualização”, comenta. 

Fiscalização 

De acordo com Bucco, as fiscalizações continuam acontecendo normalmente. “Na última semana, 20 infrações foram realizadas em Criciúma. Já nos últimos dias, foram cinco”, pontua. A ação conta com a participação da Vigilância Sanitária, Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT), Defesa Civil, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar. Confira abaixo a tabela divulgada pela Vigilância Sanitária de Criciúma: