InternetData CenterAssinante

Damares Alves fecha agenda no Sul de Santa Catarina ficando com boas impressões da região

Ministra elogiou trabalhos realizados pelas estidades do Sul Catarinense
Damares Alves fecha agenda no Sul de Santa Catarina ficando com boas impressões da região
Foto: Divulgação
Por Lucas Renan Domingos Em 28/06/2020 às 21:26

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, concluiu neste domingo, dia 28, a sua agenda no Sul de Santa Catarina. A passagem dela pela região iniciou ainda no sábado, dia 27, quando foi recepcionada na Associação Empresarial de Criciúma (Acic) para realizar a entrega de máscaras e anunciar verbas ao Asilo São Vicente de Paulo. Depois ela ainda conheceu as entidades Nossa Casa, Abadeus, Bairro da Juventude, Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) e ainda se reuniu com conselheiros tutelares, em Nova Veneza.

Em uma avaliação ao fim da agenda, a ministra destacou que deixa a região com boas impressões. “Foram dois dias incríveis, conhecendo experiências que estão dando certo, especialmente as que estão focadas nas crianças, jovens e adolescentes, na ressocialização dos jovens e na preparação deles para o mercado de trabalho. E também acompanhamos o trabalho de acolhimento de idosos. E nós temos um foco especial no cuidado com o idoso, porque eles são os vulneráveis para o coronavírus. Vimos experiências extraordinárias acontecendo e também buscando as necessidades da região, para ver o que podemos atender no nosso ministério. Ele é amplo, trabalha com inúmeros temas e viemos conhecer a necessidade e ver o que podemos ajudar”, avaliou Damares.

A vinda da ministra para Criciúma foi articulada pelo deputado federal criciumense, Daniel Freitas. “Ficamos muito satisfeito com a vinda da ministra. Mesmo em meio a pandemia ela aceitou o nosso convite e veio a Santa Catarina. Uma agenda produtiva e ela sai daqui com boas impressões do nosso Estado. Conseguimos mostrar instituições referência e ela retorna a Brasília para propagar esse exemplo catarinense no atendimento de diversas áreas que dizem respeito ao seu ministério”, apontou o deputado. Durante toda a agenda ela também esteve acompanhada do secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício José Silva Cunha, e da secretária nacional da Juventude, Jayana Nicarettas, da vice-governadora de Santa Catarina Daniela Reinehr, da deputada federal Caroline de Toni e deputados estaduais.

Leia mais:

Damares Alves faz discurso em defesa do idoso e anuncia verba para Asilo São Vicente de Paulo

Nossa Casa

Depois das entregas para o Asilo São Vicente de Paulo, ainda no sábado, ela foi até a Nossa Casa. Lá conheceu um pouco dos trabalhos e projetos desenvolvidos. Também recebeu o pedido da Direção da entidade para apoio em novas iniciativas. Para a ministra, a presidente da Nossa Casa, Jucelane Barbosa Marques, entregou o projeto de Apadrinhamento Afetivo. “O objetivo é fazer com que crianças e adolescentes com chances remotas de adoção encontrem um padrinho ou madrinha para que possam recuperar os laços afetivos”, afirmou a presidente.

Para a vice-governadora Daniela Reinehr, o pedido foi para que a Casa volte a receber recursos do Governo do Estado, algo que está suspenso desde 2012. “Tenho uma preocupação grande pelas crianças especiais e sei que vocês atendem aqui também”, reforçou Daniela. O deputado Daniel Freitas também recebeu pedido de apoio da Direção da Nossa Casa para a compra de veículos para o transporte das crianças. “Vocês já têm o meu apoio e também o aporte de R$ 50 mil que hoje estão disponíveis na conta do município”, garantiu Freitas.

Ministra conhece Centro de Inovação Social da Abadeus

Já o domingo começou com visita na Abadeus. Damares foi apresentada ao mais novo projeto da entidade: o Centro de Inovação Social. Pioneiro na região, o Centro de Inovação Social da Abadeus pretende formar público para as instituições de ensino superior e Centros de Inovação espalhados pelo estado. As crianças e jovens beneficiados, em situação de vulnerabilidade, terão acesso a programas voltados à tecnologia, inovação, robótica, empreendedorismo, entre outras soluções customizadas para os desafios da indústria 4.0.

“Queremos que os jovens de escola pública também tenham condições de acesso ao novo mundo do trabalho, ainda mais acelerado em razão da pandemia. O Centro de Inovação Social da Abadeus estará firmado em um tripé de inteligências: emocional, empreendedora e artificial”, explica a diretora executiva Shirlei Monteiro.

Diante da expertise apresentada pela Abadeus, a ministra propôs aos secretários o estudo de uma parceria com a entidade. A ideia é replicar a tecnologia social desenvolvida na região em outras partes do território nacional. “Estou encantada com o trabalho realizado em Criciúma. Precisamos pensar urgentemente em formas de compartilhar, de transferir esse know how e protagonismo da Abadeus para outras entidades”, elogiou a ministra.

O deputado federal Daniel Freitas aproveitou a ocasião para anunciar a liberação de emenda parlamentar, no valor de R$ 150 mil, que será utilizada também no Centro de Inovação Social da Abadeus.

Ministra cita a importância de levar o Bairro da Juventude para o Brasil

No bairro da Juventude, Damares pôde conhecer o trabalho e ações realizadas com a missão de promover, por meio da educação e assistência social, a garantia de direitos para crianças, adolescentes e jovens na instituição. A ministra visitou também os espaços disponíveis para os alunos, como o Centro Multiuso, Teatro, Cursos Profissionalizantes e o Refeitório, local onde os 1,5 mil atendidos recebem suas refeições. A entidade também apresentou os projetos relacionados ao Centro de Inovação com previsão de inauguração para 2021.

“Precisamos rever a política social no Brasil, é muito mais fácil investir na prevenção. Este projeto do Centro de Inovação é sem fronteiras. É possível a gente pensar que a Instituição possa atender a outros jovens do país? O Bairro da Juventude não precisa mais ficar limitado à região. O Bairro da Juventude vai fazer essa transposição de tecnologia social, de conhecimento. O Bairro é inspiração, vocês dão certo”, analisou Damares.   

Para a diretora executiva do Bairro da Juventude, Sílvia Regina Luciano Zanette, é importante investir nas visitas e poder propagar o trabalho da Instituição.  “Há 70 anos promovemos solidariedade, amor ao próximo e a oportunidade de desenvolvimento social. Ficamos muito felizes quando podemos envolver as pessoas em nossas ações e projetos. Hoje, um dos nossos objetivos era apresentar nosso projeto relacionado ao Centro de Inovação e buscar recursos para a sua finalização. Acreditamos muito na tecnologia social como uma importante ferramenta para a juventude e já iniciamos nossa mobilização a fim de gerar oportunidades de igualdade para todos os jovens, visto que muitos não conseguem ter acesso a cursos de qualidade em virtude de sua condição”, revelou a diretora.