InternetData CenterAssinante

Criciúma solicita ampliação de horário de atendimento de bancos e lotéricas para evitar aglomerações

Pedido será encaminhado nesta terça-feira à Federação Brasileira de Bancos
Criciúma solicita ampliação de horário de atendimento de bancos e lotéricas para evitar aglomerações
Foto: Divulgação
Por Redação Em 03/08/2020 às 18:15

O Município de Criciúma irá encaminhar nesta terça-feira, dia 4 uma solicitação à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para que as agências bancárias e lotéricas ampliem seu horário de atendimento e ajudem a evitar a disseminação da Covid-19 no Município. A solicitação é justificada com arquivos de imagens que mostram filas e aglomerações em agências da cidade durante a pandemia. O pedido é para que o horário seja ampliado enquanto durar o Estado de Emergência em Saúde e Calamidade Pública no Brasil.

“As aglomerações auxiliam muito na disseminação do vírus e como muitos brasileiros necessitam ir presencialmente nas agências, as filas são uma constante em nossa cidade”, destacou o prefeito Clésio Salvaro, acrescentando que “a ampliação do horário é necessária para que os usuários sejam melhor distribuídos durante o expediente”.

O pedido, assinado pelo prefeito, foi corroborado pelo secretário de Saúde, Acélio Casagrande. Segundo ele, as agências bancárias são serviços essenciais e ficaram na contramão quando diminuíram o tempo de atendimento. “Se tiver mais tempo com as portas abertas, a tendência é diminuir os agrupamentos e também a transmissão do vírus”, afirmou o secretário.

 

Paço Municipal e supermercados

A solicitação que será feita à Febraban se iguala à justificativa para a ampliação do horário de atendimento no Paço Municipal Marcos Rovaris, que antes funcionava das 8h às 17 horas e agora abre uma hora mais cedo. A mesma premissa vale para a discussão em torno do horário de atendimento nos supermercados de Criciúma. “Se não quisermos aglomeração temos que dar mais tempo para os consumidores efetuarem suas compras. É hora de aumentar o tempo e diminuir as filas”, concluiu o prefeito Clésio Salvaro.

Colaboração: Simone Costa