InternetData CenterAssinante

Corpus Christi na Diocese de Criciúma será sem a confecção dos tradicionais tapetes

Santíssimo Sacramento circulará pelas ruas das paróquias em carreata
Corpus Christi na Diocese de Criciúma será sem a confecção dos tradicionais tapetes
Foto: Heitor Carvalho/Arquivo/Portal Engeplus
Por Lucas Renan Domingos Em 28/05/2020 às 18:03

A Diocese de Criciúma já se prepara para a celebração de Corpus Christi. A data faz parte do calendário litúrgico da igreja católica. Anualmente, a comemoração é mercada pela confecção dos tradicionais tapetes nas ruas próximas das paróquias. Mas, neste ano, a decoração não ocorrerá por conta da pandemia do novo coronavírus.

A Diocese de Criciúma encaminhou um documento para as paróquias onde estabelece os regramentos para as celebrações. Tradicionalmente, os tapetes marcam o caminho que será percorrido pelo Santíssimo Sacramento, um dos símbolos da igreja católica, durante a procissão de Corpos Christi.

“Neste ano, a orientação é para que as procissões ocorram de forma mais simples, dentro das próprias igrejas. Nos locais onde for possível, a procissão poderá ser motorizada, com o Santíssimo Sacramento sendo levado em cima de um carro e passando pelas ruas para abençoar as casas, praças e locais públicos, sem que as pessoas não precisem sair de casa”, afirmou o bispo Dom Jacinto Inácio Flach.

O momento da procissão lembra o dia em que Jesus Cristo chegou em Jerusalém, no Domingo de Ramos. “O pessoal enfeitou as ruas para receber ele, que é o rei do Universo. É uma forma de demonstrar o carinho que o povo tem por Jesus Cristo”, explicou o bispo.

Para os fiéis também fica o convite para que enfeitem suas casas. “As paróquias pedirão para que o público não deixe de participar. Nas ruas onde o Santíssimo Sacramento passar, as pessoas poderão enfeitar suas casas, portas, janelas, calçadas”, completou Flach.

Leia o comunicado encaminhado pelo bispo para as paróquias:

Na quinta-feira, após a solenidade da Santíssima Trindade, nesse ano dia 11 de junho, a Igreja celebrará devotamente a solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, festa comumente chamada de Corpus Christi.

A motivação litúrgica para tal festa é o louvor merecido à Eucaristia, fonte e ápice de todavida cristã. Desde o princípio de sua história, a Igreja devota à Eucaristia um zelo especial, pois reconhece neste sinal sacramental o próprio Jesus, que continua presente, vivo e atuante em meio às comunidades cristãs.

Celebrar Corpus Christi significa fazer memória solene da entrega que Jesus fez de sua própria carne e sangue, para a vida da Igreja, e comprometer-nos com a missão de levar esta Boa Nova para todas as pessoas.

Em meio à pandemia que estamos vivendo celebremos esta grande solenidade com base nas orientações que já foram dadas para a celebração da Santa Missa com a presença dos fiéis. Orientamos que em nossas paróquias seja promovido no dia de Corpus Christi horas de Adoração ao Santíssimo Sacramento, seja na igreja matriz como também nas igrejas de nossas comunidades.

Seguindo as orientações da diocese seja também celebrada a Santa Missa com a possibilidade de no interno da igreja realizarmos uma pequena procissão com o Santíssimo Sacramento. Nas paróquias que houver possibilidade também orientamos que o Santíssimo Sacramento seja levado em carro aberto e possa passar em cada comunidade da paróquia abençoando cada uma das comunidades, é interessante, caso aconteça à carreata, que o povo seja comunicado por quais ruas da paróquia irá passar o Santíssimo Sacramento.

Também orientamos que nesse dia dedicado ao louvor e adoração a Jesus Eucarístico possamos promover em nossas paróquias arrecadações de alimentos, cobertores e outros materiais que possam ser distribuídos às famílias empobrecidas de nossas paróquias. Busquemos na Eucaristia a força necessária para este momento da história que estamos vivendo.

A todos a minha benção.