InternetData CenterAssinante

Cocal do Sul efetiva a aquisição de terreno para construção da 4ª Área Industrial

O espaço possui 64.429,18 m² e possibilitará a criação de 26 lotes
Cocal do Sul efetiva a aquisição de terreno para construção da 4ª Área Industrial
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 02/07/2020 às 13:14

Cocal do Sul efetivou a compra de um terreno onde será instalada a 4ª Área Industrial do município. O prefeito Ademir Magagnin assinou os documentos de compra no valor de R$ 1.400.010,00. O espaço possui 64.429,18 m² e possibilitará a criação de 26 lotes para serem cedidos às empresas. O imóvel está localizado ao lado da Área Industrial III, na SC-442.

O cadastro de solicitação de terrenos já possui 28 empresas interessadas. Trata-se de pequenos empresários que estão na expectativa para que possam expandir seus negócios. O ato foi acompanhado pela vice-prefeita de Cocal do Sul, Sirlene Scarpato, e presidente do conselho municipal de desenvolvimento sócioeconômico e secretário municipal de Gestão Administrativa, Fazendária e Planejamento, Cledio Fachin.

Para o prefeito Ademir Magagnin a aquisição de um novo terreno para a Área Industrial vem de encontro às políticas de investimento do Governo Municipal na estruturação e desenvolvimento das empresas já constituídas no município, assim como, às empresas da região que buscam ampliar seus negócios. "Acreditamos ainda que é importante para o desenvolvimento da cidade diversificar o setor produtivo, ou seja, precisamos expandir para segmentos econômicos além do cerâmico, por meio do incentivo econômico de cessão de lotes pelo município”, destacou.

Incentivo a indústria

Fachin ressalta que ceder lotes às pequenas empresas valoriza os empreendedores e proporciona apoio no desenvolvimento. O que por outro lado, resulta na maior estabilidade do valor adicionado municipal, fomentando a arrecadação pelo retorno de impostos e aumentando a capacidade de investimentos do município.

Um dessas empresas que já fez cadastro e pensa em se instalar em Cocal do Sul, é a Betha Esquadrias de PVC. Com sede em Içara, o empresário Gladiomar da Cruz diz que o incentivo é um custo a menos para iniciar seu novo projeto. “Está concessão é muito importante, pois a empresa pode aproveitar o valor de custo inicial na construção do galpão. E mais, a empresa vai gerar 15 empregos diretos e mais 20 indiretos, além de centralizar o setor administrativo da empresa", explicou.

Outra empresa que aguarda pelo benefício é a Creta Revestimentos, localizada no bairro Cristo Rei, em Cocal do Sul. Ela trabalha com pisos e revestimentos cimentícios. "O terreno é a oportunidade da empresa ter a sua sede própria e sair do aluguel, além da ampliação da fábrica e melhora na produtividade. Hoje são gerados 10 empregos diretos e outros 15 indiretos", afirmou a empresária Camila Bitencurt Silva.

"Estas empresas interessadas estão apenas aguardando a aquisição do novo terreno por parte do município para apresentar e aprovar o projeto de viabilidade técnica e cessão de lote. A partir daí, elas poderão investir na construção do pavilhão para ampliar sua capacidade de produção e estruturar a empresa com otimização do processo produtivo, reduzindo custos, melhorando a produtividade e qualidade do produto", pontuou Fachin.

Colaboração: Antônio Rozeng/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Cocal do Sul