InternetData CenterAssinante

Ciclone extratropical provoca chuva abundante no Sul do Estado

Rajadas de vento devem chegar aos 50 km/h em Criciúma e 70 km/h no Costão da Serra
Ciclone extratropical provoca chuva abundante no Sul do Estado
Foto: Thiago Hockmüller/Portal Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 07/07/2020 às 12:06

O novo ciclone extratropical, previsto para atingir o Rio Grande do Sul e Santa Catarina entre a noite desta terça-feira, dia 7, e durante a quarta-feira, dia 8, já provoca os primeiros efeitos sob o clima. Segundo o climatologista da Epagri, Márcio Sônego, o principal deles é a chuva.

Conforme a estação da Satc, hoje já choveu cerca de 35 milímetros em Criciúma. A tendência é que chegue a 50mm. “O ciclone que está afetando o Sul do Brasil nas próximas 24 horas é mais preocupante a chuva que o vento propriamente dito. Mais para a divisa com o Rio Grande do Sul, na região de Passo de Torres, Praia Grande e São João do Sul, ali pode chegar a chover 100mm nesta terça-feira”, alerta.

Enquanto a quantidade de chuva preocupa, as rajadas de vento estarão bem abaixo do que foi provocado na última semana, pelo chamado ciclone bomba. Em Criciúma, desta vez as rajadas devem atingir 50 km/h, enquanto na madrugada da última quarta-feira, dia 1°, chegaram perto dos 100 km/h.

“No Costão da Serra, ali por Timbé do Sul, pode chegar a 70 km/h. Nada comparável com o outro. O ciclone bomba chegou a 170 km/h na barragem do rio São Bento, na madrugada de quarta-feira passada”, explica Sônego. 

Conforme a Epagri, os ciclones extratropicais são sistemas frequentes na costa Sul do Brasil. Eles podem causar  alagamentos e ressacas, especialmente nos meses entre abril e setembro.

Leia mais

Previsão é de novo ciclone extratropical em SC e RS

Fortes ventos formam ondas na Barragem do Rio São Bento

Árvores caídas, placas derrubadas e prejuízos para os criciumenses: veja em fotos

Rajadas de vento ultrapassaram 95 km/h durante a madrugada em Criciúma