InternetData CenterAssinante

CER-Amesc faz análise com Vigilâncias Epidemiológicas

Objetivo foi aprimorar ferramenta sobre dados da pandemia da Covid-19
CER-Amesc faz análise com Vigilâncias Epidemiológicas
Foto: Divulgação/Amesc
Por Redação Engeplus Em 21/07/2020 às 20:06

O Comitê Extraordinário Regional Covid-19 Amesc (CER-Amesc) realizou uma reunião virtual extraordinária no final da manhã desta terça-feira, dia 21, com as Vigilâncias Epidemiológicas dos 15 municípios do Extremo Sul catarinense. Professores da UFSC Araranguá que auxiliam a região com a produção de um boletim padronizado participaram do diálogo a fim de aprimorar a ferramenta para dar suporte técnico diante da pandemia do novo coronavírus.

Segundo o coordenador do CER-Amesc, o secretário de Saúde de Passo de Torres, Caio Robério Barpp da Silva, o objetivo é cada vez mais aprimorar a forma de análise da situação que traz dados preocupantes pelo número crescente de casos confirmados de Covid-19, bem como ser uma doença que tem desafiado ao mundo sem respostas ainda conclusivas sobre sua contenção.

Para a assessora em Políticas Públicas da Amesc, Rosangela Alexandrino, é muito importante esta união entre os setores, sendo que foi produtiva esta videoconferência com os responsáveis pelas Vigilâncias Epidemiológicas, para refletir a atual situação e aprimorar os pontos possíveis para o momento.

Os professores da UFSC, Ione Schneider e Roger Flores Ceccon,  realizam de forma voluntária o trabalho de levantamento de dados chamado "Investiga-Covid", que é uma ação de vigilância epidemiológica, análise e diagnóstico situacional que produz subsídio para a tomada de decisão dos gestores no âmbito do SUS na região da Amesc.

Por meio da reunião extraordinária foi reorganizada a forma de preenchimento do boletim nos municípios para dar aprimoramento sobre os casos confirmados. É importante que o cidadão informe os dados para a Vigilância Epidemiológica, para que esta possa preencher o cadastro que chega aos professores da UFSC com a finalidade de fomentar os detalhes sobre o que tem ocorrido e que as estratégias possam ser mais eficazes.

O presidente da Amesc, prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva, agradece ao trabalho voluntário dos professores que se soma ao serviço intenso que cada Secretaria de Saúde tem realizado. “As pessoas anseiam por mais informações e estas tem sido intensamente trabalhadas. A demanda aumentou muito diante desta pandemia. São reuniões exaustivas online e constantes. Pedimos que a população nos auxilie com a parte preventiva e com paciência em atender aos decretos. São detalhes técnicos debatidos diante das normativas de saúde e da legislação vigente”, pontua Ronaldo.

Colaboração: Renata Tonetto Angeloni /Assessoria de Comunicação da Amesc