InternetData CenterAssinante

Ampliações de salas de aula beneficiam estudantes de dois bairros de Criciúma

Ao todo, foram sete novas salas de aula. Investimento com as melhorias foi de R$ 763 mil
Ampliações de salas de aula beneficiam estudantes de dois bairros de Criciúma
Foto: Ana de Matia/Decom Criciúma
Por Redação Engeplus Em 23/11/2020 às 13:10

Mais salas de aula já estão disponíveis para receber os alunos. As Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EMEIEF) Casemiro Stachurski, do bairro Linha Batista, e a José Giassi, do bairro Quarta Linha, foram contempladas com a construção de sete novos espaços para atender os alunos. O Governo de Criciúma investiu mais de R$ 763 mil nas duas obras.

Na Escola José Giassi foram três novas salas de aula, com uma ampliação de 256, 41 m². Conforme a diretoria da escola, Adria Vanusa Corrêa, a unidade aderiu ao ensino em tempo integral e precisava de mais espaço para atender aos alunos. “Tivemos a adesão ao período integral no ano passado, nas turmas da Educação Infantil até 5º ano do Ensino Fundamental, e precisávamos nos adaptar e formar uma logística para atender aos estudantes, e os novos ambientes ajudaram nisso”, ressaltou.

A EMEIEF Casemiro Stachurski também recebeu ampliação de salas de aula. O espaço foi beneficiado com mais quatro salas, sendo uma com banheiro para a Educação Infantil. A ampliação foi de 364,41 m². “Todas as nossas escolas receberam melhorias. Não apenas na infraestrutura, mas também na qualidade de ensino, como as aulas de inglês on-line, clubes de matemática e o Projae”, acrescentou a secretária de Educação, Cristiane Uliana Fretta.

A EMEIEF Maria Angélica de Paulo, do bairro Jardim das Paineiras, também terá duas novas salas. A unidade está com obras de ampliação de 116,97m². O investimento é de quase R$ 185 mil.  

Novas escolas

Além das ampliações, a Prefeitura de Criciúma está construindo duas novas escolas: Filho do Mineiro, no bairro Metropol, e a Amaro João Batista, do bairro Vila Nova Esperança. O espaço do bairro Metropol terá três pavimentos, estrutura da escola, a ala da Educação Infantil e o refeitório para atender 500 estudantes. A estrutura contará com 24 salas de aula, sendo quatro para a Educação Infantil com banheiros adaptados, salas administrativas, área multiuso, auditório, laboratório de ciências, salas de artes, playground infantil e refeitório.

Já a Escola Amaro João Batista é a última escola de madeira da rede municipal de ensino. A nova estrutura terá sete salas de aula, sala de artes, sala de informática, salas para Educação Infantil, biblioteca, banheiros, espaço administrativo, refeitório e cozinha. As duas escolas também contarão com ginásios de esportes.

Leia mais sobre: