InternetData CenterAssinante

Acesso de público ao mirante da Serra do Rio do Rastro será limitado aos fins de semana

Será permitida a entrada de apenas 50% da capacidade de pessoas no local
Acesso de público ao mirante da Serra do Rio do Rastro será limitado aos fins de semana
Foto: Divulgação
Por Lucas Renan Domingos Em 22/05/2020 às 18:33

Uma barreira sanitária será montada aos fins de semana no mirante da Serra do Rio do Rastro. A medida foi um pedido da Prefeitura de Bom Jardim da Serra para o Governo de Santa Catarina devido ao número de pessoas que tem visitado o local durante os sábados e domingos, mesmo durante o período de isolamento social. Um decreto também foi assinado pelo prefeito Serginho de Oliveira, pontuando as ações que serão tomadas.  

Conforme a secretária de Turismo de Bom Jardim da Serra, Maria Lúcia Vieira Machado, será permitida a entrada de apenas 50% da capacidade de público do mirante. “No último fim de semana, tivemos um volume muito grande de pessoas indo visitar o mirante. Então vamos fazer uma limitação. As forças de segurança do Estado deverão ser as responsáveis por esta fiscalização”, afirmou a secretária.

Os turistas também serão orientados a não permanecerem por um longo período no mirante. “A intenção é permitir somente que o público utilize o banheiro, faça uma foto e saia, para evitar aglomerações”, acrescentou Maria Lúcia. A medida passa a valer a partir deste sábado, dia 23, e também será válida para outros pontos turísticos de Bom Jardim da Serra como a Cascata da Barrinha, a Praça da Igreja e os Cânions.

Urubici e Urupema

Visando o enfrentamento da Covid-19, outros municípios da região serrana de Santa Catarina também fecharam seus pontos turístico. Em Urubici, todos os pontos turísticos foram fechados. Já Urupema bloqueou por tempo indeterminado as visitas ao Morro das Torres na cidade.

O assunto também foi abordado pelo governador Carlos Moisés em coletiva nesta sexta-feira, dia 22. “Há uma demanda natural neste período do ano para a nossa serra. Estamos trabalhando para que haja uma orientação maciça para os visitantes de Santa Catarina sobre as medidas sanitárias de Santa Catarina. Precisamos ter um equilíbrio entre as flexibilizações e os cuidados de saúde”, afirmou o governador.