InternetData CenterAssinante

Aberturas de bancos e lotéricas funcionará como 'balão de ensaio', diz Carlos Moisés

Comportamento social com funcionamento dos estabelecimentos balizará próximas ações
Aberturas de bancos e lotéricas funcionará como 'balão de ensaio', diz Carlos Moisés
Foto: Maurício Vieira/Secom
Por Lucas Renan Domingos Em 28/03/2020 às 15:25

Na última quinta-feira, dia 26, o governador Carlos Moisés anunciou um plano estratégico para a retomada das atividades econômicas no Estado durante a pandemia do coronavírus. O primeiro passo será dado nesta segunda-feira, dia 30, quando bancos, lotéricas e demais instituições financeiras poderão retomar o atendimento exclusivo para pessoas que precisam acessar serviços presenciais. Em coletiva na manhã deste sábado, dia 28, Moisés afirmou que a flexibilização servirá como "balão de ensaio" para as futuras ações do Governo de Santa Catarina. 

"O nosso balão de ensaio deste novo momento que vamos passar será na segunda-feira. Temos um decreto que assinamos para colocar na linha de estabelecimento de serviços essenciais as agências bancárias, lotéricas, que irão funcionar com diversas restrições. O objetivo principal é atender as pessoas físicas ou jurídicas para acessar o crédito", afirmou o governador. 

As regras que os agentes financeiros deverão seguir ainda serão divulgada pelo Governo do Estado. As estratégias de segurança em saúde estão sendo elaboradas pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), montado em Santa Catarina para definir as ações do combate ao coronavírus. 

"Nossa equipe já trabalha neste regramento. Ele vai ser regulamentado por meio de uma portaria emitida pelo Coes, onde teremos todos os formatos em que as atividades devem ser executadas. Cuidados de acesso, de espaçamento, prioridade de atendimento, quantidade de pessoas dentro do ambiente", pontuou o secretádio de Estado da Saúde, Helton Zeferino

Preocupação também com outros setores

Já a partir da próxima quarta-feira, dia 1º, será dado um novo passo no relaxamento das medidas restritivas de funcionamento de setores econômicos. Ainda seguindo medidas de segurança em saúde, passarão a funcionar também estabelecimentos como restaurantes, bares, shoppings, academias. Ao mesmo tempo, Moisés reforça que o comportamento social com a abertura dos bancos poderá refletir nos demais serviços. 

"É neste momento em que vamos observar o comportamento dos catarinenses em relação a essa abertura. É a partir daí também que a gente vai construindo outras ações. Já anunciamos algumas medidas de retomadas econômicas de convívio seguro com o vírus. Temos que juntar todas essas ações ao que vai acontecer na segunda-feira, como a sociedade vai receber essa flexibilização para fins de crédito", avaliou. "As agências terão que funcionar em condições especiais. Aquelas que não se enquadrarem, naturalmente serão fechadas pela autoridade sanitária e Polícia Militar", disse o governador. 

A intenção é de que, assim como está sendo feito com as instituições financeiras, as demais atividades econômicas do Estado tenham que obedecer regras para retomar ao funcionamento. "Estamos em quarentena até quarta-feira (dia 1º) e todas as outras atividades estão proibidas, do mesmo jeito que estivemos até aqui. O que devemos inverter é a criação das normas sanitárias. Hoje elas se submetem ao decreto e criadas posteriomente. Precisamos que eles caminhem juntos, criando uma norma específica para cada ramo de ativdade. É um desafio são mais de mil atividades no Estado", completou Moisés.