InternetData CenterAssinante

A força do associativismo que impacta empresas e comunidades

Na ACII núcleos empresariais trabalham juntos na geração de emprego e renda em Içara
A força do associativismo que impacta empresas e comunidades
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 02/05/2020 às 17:02

Júlio Domingos encontrou no associativismo a força que precisava para crescer. Além de compartilhar a experiência adquirida no mercado de seguros, ele observou também os desafios vividos por diferentes empresas e assim conseguiu ampliar a oferta de serviços. “Descobri que as dificuldades são uma oportunidade para empreender. Eu não tinha noção de que o associativismo seria tão importante. Fez parte de um processo de crescimento da empresa de quase 60% ao longo deste último ano”, indica.
 
Na Associação Empresarial de Içara (ACII), Júlio integra uma rede com mais de 210 empresas e profissionais interessados em crescer juntos. Além disso, ele também faz parte do núcleo de jovens e sua irmã, Júlia Domingos, do núcleo das mulheres. A ACII possui ainda o núcleo da moda formado por empresas de confecção da cidade e de Microempreendedores Individuais. Todos empenhados no desenvolvimento sustentável dos negócios, na geração de emprego, renda e consequentemente no crescimento da cidade.
 
“Cada empresa tem um papel importante na sociedade. E juntas, essas forças tornam-se ainda mais latentes. O nosso papel é unir interesses e potencialidades. Assim é o associativismo, comemorado em todo o país neste dia 30 de abril. Em momentos de dificuldade, nossa união mostra o quanto é possível fazer juntos. Agradecemos a todos que contribuem com o fortalecimento de seus setores econômicos, ampliam a troca de conhecimento e, ao mesmo tempo, impactam solidariamente na sociedade”, acrescenta a presidente da ACII, Adriana Mara de Oliveira.

Colaboração: Lucas Lemos/Inoova Comunicação