InternetData CenterAssinante

8° BBM fecha balanço de 2019 com ações positivas e recorde de crianças formadas no Projeto Golfinho

Ao todo, foram as 1.142 crianças formadas no projeto
8° BBM fecha balanço de 2019 com ações positivas e recorde de crianças formadas no Projeto Golfinho
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 13/01/2020 às 14:12

O 8° Batalhão de Bombeiros Militar, sediado em Tubarão, apresentou nesta segunda feira, dia 13, os resultados das atividades do ano de 2019. Atendendo 21 municípios da região centro sul de Santa Catarina, a partir de 12 quartéis, os grandes destaques foram as atividades preventivas. Na parte operacional, o maior volume de ocorrências foi o Atendimento Pré Hospitalar (APH). 

Na parte preventiva foram 26.793 ações, sendo 23.737 vistorias e 3.056 análises de Projetos Preventivos Contra Incêndios (PPCI). Além do mais, foram as 1.142 crianças formadas no Projeto Golfinho da última temporada, marca histórica para a corporação. 

Já as ações de socorro somaram 12.582, um média de 34 ocorrências por dia. O número representa uma queda de 5% em relação ao total de 2018 (13.180), e bem abaixo do histórico de 2016, com 14.945 ocorrências.  

Os destaques foram o APH com 10.811 atendimentos (85,9%), seguido dos incêndios com 878 (7%) e ocorrências de Busca, Resgates e Salvamentos com 377 (3%). Em julho de 2019 uma ocorrência mobilizou bombeiros de toda região e ganhou destaque nacional, quando foi montado uma grande estrutura para busca da menina de 2 anos, Iara Nogareti, que passou quase 20 horas perdida na mata na cidade de Imaruí

Considerando os municípios atendidos, Tubarão teve o maior número de atendimentos (2.918), seguido por Capivari de Baixo (1.492), Laguna (1.398), Imbituba (1.283), Braço do Norte (819), Garopaba (583), Gravatal (508), Orleans (395), São Ludgero (375), Pescaria Brava (369), Armazém (351), Imaruí (97), Grão Pará (66), São Matinho (49) Pedras Grandes (42), Paulo Lopes (32), Lauro Muller (14), Jaguaruna (09), Rio Fortuna (07), Urussanga (02) e Sangão e Santa Rosa de Lima com um atendimento cada.

Os dados apresentados não consideram os números da Operação Verão, que iniciou em dezembro e que serão apresentados ao final da temporada. 

Leia mais sobre: