InternetData CenterAssinante

Sergio Moro anuncia que entregará pedido de demissão ao governo Governo Federal

O agora ex-ministro fez um forte pronunciamento na manhã desta sexta-feira, dia 24
Sergio Moro anuncia que entregará pedido de demissão ao governo Governo Federal
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Por Amanda Ludwig | Thiago Hockmüller Em 24/04/2020 às 12:45

Sergio Moro anunciou na manhã desta sexta-feira, dia 24, que entregará uma carta de demissão de seu cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública ao Governo Federal. O anúncio aconteceu durante um pronunciamento à imprensa nesta manhã. Durante a fala, Moro informou que a decisão foi tomada após a exoneração de Maurício Valeixo do comando da Polícia Federal.

No Diário Oficial da União, o decreto diz que a exoneração aconteceu "a pedido", com assinatura do presidente Jair Messias Bolsonaro e Sérgio Moro. No pronunciamento, no entanto, Moro afirmou que este pedido não existiu, e que ele próprio nunca assinou o decreto. Além disso, o agora ex-ministro afirmou que Bolsonaro teria confirmado a intenção de ter acesso direto à Polícia Federal. “Falei ao presidente que seria interferência política. Ele disse que seria mesmo”, explicou.

Moro ainda revelou que a pretensão de Bolsonaro, ao indicar alguém da própria confiança, era acessar informações e relatórios de inteligência. "O presidente me disse mais de uma vez, expressamente, que ele queria ter uma pessoa do contato pessoal dele, que ele pudesse ligar, que ele pudesse colher informações, que ele pudesse colher relatórios de inteligência, seja diretor, seja superintendente. E realmente não é o papel da Polícia Federal prestar esse tipo de informação”, ponderou o ex-ministro.

A oficialização da saída de Sergio Moro deve acontecer ainda nesta sexta-feira. O presidente Jair Bolsonaro ainda não se manifestou sobre o caso.