InternetData CenterAssinante

Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral visita região carbonífera

Roteiro do secretário incluiu as áreas de recuperação ambiental e uma mina de carvão
Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral visita região carbonífera
Foto: Vanessa Nórdio / Rio Deserto
Por Redação Engeplus Em 21/08/2019 às 18:13

Pela segunda vez em Criciúma, o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal de Oliveira, conheceu a cadeia produtiva do carvão mineral da região. Nesta terça-feira, dia 20, o secretário conheceu a atividade de extração, na Mina 101, da carbonífera Rio Deserto. Além disso, o secretário visitou, na segunda-feira, dia 19, a Satc e as áreas de recuperação ambiental referentes a atividade.

O secretário já havia estado na região em maio, quando acompanhou o ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque. Dessa vez, com mais tempo, o secretário conseguiu conhecer melhor a atividade carbonífera. “O secretário gostou muito do que viu. O que é muito importante para que ele também faça a parte de divulgação dos trabalhos que são feitos aqui. Seja na recuperação ambiental, na própria lavra do carvão e em projetos sociais, como o que é feito na Satc”, comentou o presidente da Associação Brasileira do Carvão Mineral, Fernando Zancan.

Conforme o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal de Oliveira, a oportunidade de acompanhar pessoalmente o processo de extração e beneficiamento do carvão mineral é uma experiência muito significativa. “A presença física no ambiente nos permite visibilidade e melhor percepção sobre a mineração de carvão. A partir desta vivência, formamos a própria impressão sobre o empreendimento”, disse.

Estiveram presentes junto ao secretário durante as visitas o presidente do Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina (Siecesc), Valcir Zanette e o assessor técnico do Siecesc e diretor administrativo/financeiro da Satc, Márcio Zanuz.

Colaboração: Lucas Jorge / Siecesc - ABCM