InternetData CenterAssinante

Ruas alagadas e rio próximo da margem no bairro Sangão

Rio está em nível elevado desde a última semana, quando um temporal atingiu a região
Ruas alagadas e rio próximo da margem no bairro Sangão
Foto: Diego Selau/Colaboração
Por Thiago Hockmüller Em 31/05/2019 às 08:12

A chuva quase ininterrupta que cai sobre a região vem produzindo transtornos. No bairro Sangão em Criciúma muitas ruas já estão alagadas pelo acúmulo de água e o Rio Sangão está próximo da margem e a ponto de transbordar.

Com medo de uma nova enchente, como a ocorrida na semana passada, os moradores já se precaveram. “Agora é monitorar e aguardar. Não tá chovendo forte, mas não para de chover. Tem muita lâmina de água na rodovia, já levantamos os móveis e fizemos o que podíamos fazer para não ser pego de surpresa. É aguardar e monitorar para ver o que acontece”, explica o presidente da Associação de Moradores do bairro Sangão, Diego Selau.

Ainda contabilizando os prejuízos causados pelo temporal da última semana, os moradores do bairro devem se mobilizar para pedir a isenção da tarifa de água e energia. A medida valeria pelos próximos dois meses e serviria para apoiar as famílias afetadas pela enchente do Rio Sangão, no último dia 24.

Leia mais

Após enchente, o convívio com prejuízos e o risco de nova cheia no bairro Sangão

Moradora ficou ilhada dentro de casa com os três filhos

Associação buscará isenção de tarifas de água e energia aos moradores do bairro Sangão

Deslizamento de terra em Orleans

Ainda em função da chuva, ontem um deslizamento de terra atingiu uma residência no bairro Alto Paraná em Orleans. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, outras quatro casas estão em zona de risco e oito pessoas foram orientadas a buscarem refúgios.