InternetData CenterAssinante

Representantes do Santa Vita Saúde Center participam de audiência pública

Empreendimento terá 31 andares, mais de 500 consultórios e 1.450 vagas de estacionamento
Representantes do Santa Vita Saúde Center participam de audiência pública
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 21/06/2019 às 14:21

Para dar continuidade ao processo de implantação do Santa Vita Saúde Center, os sócios do do empreendimento participaram nesta semana de uma audiência pública realizada na Prefeitura Municipal de Criciúma. Na ocasião, os responsáveis pelo empreendimento apresentaram o impacto que o empreendimento trará para a cidade.

Os principais pontos destacados, foram a operacionalização e melhorias que o novo prédio trará para as pessoas que precisem acessar o Hospital São José.

Na parte arquitetônica, uma das responsáveis pelo projeto, a arquiteta Bruna Búrigo, destacou a importância de uma praça elevada, arborizada e a ligação por meio de duas passarelas que o prédio terá no décimo andar;  a arquiteta apontou ainda, que as vagas de estacionamento irão auxiliar significativamente a demanda de carros que circulam na região.

Já no quesito segurança, foi destacado a preocupação que os sócios do Santa Vita tem, em proporcionar segurança diferenciada para o empreendimento e as pessoas que por lá circularem; sendo a responsabilidade para a implantação deste serviço do Coronel Márcio Cabral.

O grande apontamento pelos responsáveis do prédio, foi a apresentação da pesquisa realizada quanto ao trânsito local.

A empresa paulista Tranzum, Consultoria de Trânsito, com expertise em projetos de resolutividade dos problemas de mobilidade de grandes cidades em vários Estados do Brasil, idealizou uma importante e significativa resolutividade para o trânsito local, que hoje recebe uma enorme entrada e saída de veículos todos os dias. Segundo a pesquisa realizada pela equipe de engenharia da Tranzun, somente na rua Júlio Gaidzinski - onde o empreendimento será construído, por hora, no horário de pico, passam mais de 2.600 carros. O estudo apontou, que caso as sugestões  propostas sejam atendidas, o local irá receber então, 800 carros por hora; isso, com baixo custo de investimento em infraestrutura para as mudanças.