InternetData CenterAssinante

Região conta com oito casos de suspeita de gripe

Dado é da Gerência Regional da Saúde, que alerta para a necessidade de vacinação
Região conta com oito casos de suspeita de gripe
Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
Por Thiago Hockmüller Em 21/05/2019 às 10:17

A Gerência Regional da Saúde está em alerta contra a gripe. Já são oito casos clínicos sob suspeita na Região Carbonífera e a meta de vacinação está bem abaixo dos 95% estipulados na campanha. Até agora o índice está em 64,8%. Os municípios com menor percentual de pessoas imunizadas são Içara (53,8%) e Criciúma (59,4%).

Sobre os casos analisados, a Gerência Regional de Saúde não divulga os hospitais onde as pessoas estão internadas e deve obter ainda nesta terça-feira, dia 21, o resultado dos exames. Diante da situação e com o vírus circulando na região, a recomendação é que as pessoas inclusas nos grupos prioritários procurem as Unidades de Saúde.

O índice é variável de acordo com o município. A meta é vacinar 122 mil pessoas. Em Criciúma ainda temos uma quantidade grande para ser vacinada. Estamos conversando com os secretários municipais da saúde para que os trabalhos sejam intensificados e sejam criadas estratégias específicas para atingir os indicadores

Fernando de Fáveri, gerente regional de Saúde
___________________________________

Das mais de 122 mil pessoas incluídas no público-alvo na Região Carbonífera, 61.489 são de Criciúma. Aliás, o município está entre os maiores recebedores de doses do Estado, ficando atrás somente de Joinville (144.384), Florianópolis (140.462), Blumenau (111.031) e São José (70.345).

A campanha segue até o dia 31 de maio e o “Dia D” aconteceu no dia 4. Em Santa Catarina, a expectativa é que pouco menos de 2 milhões de pessoas sejam vacinadas. Devem ser vacinados trabalhadores da saúde, indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e também presidiários.

Caso descartado em Nova Veneza

Um possível quadro de gripe, que vinha sendo investigado em Nova Veneza, foi descartado pela Gerência Regional de Saúde. O caso aconteceu com uma jovem de 25 anos, internada no dia 27 de abril, no Hospital São Marcos, com os sintomas da doença. Ela recebeu o tratamento e foi liberada, mas com acompanhamento domiciliar da equipe epidemiológica do município. “Não era Influenza H1N1. Em Nova Veneza são dois casos, um descartado e o outro está em análise”, conta o gerente.

Confira o índice de vacinação por município:

Treviso - 92,4%

Lauro Müller – 87,6%

Urussanga - 73,7%

Forquilhinha – 70,8%

Siderópolis - 69,8%

Morro da Fumaça - 69,5%

Cocal do Sul – 68,9%

Nova Veneza – 68,8%

Orleans - 68,4%

Criciúma – 59,4%

Içara – 53,8%

Balneário Rincão - dados serão divulgados na tarde de hoje

Total na região – 64,88%

 

Leia mais sobre: