InternetData CenterAssinante

Prevenção do suicídio será debatida em audiência pública em Criciúma

Evento acontecerá nesta quarta-feira, dia 28, às 19 horas, na Acic
Prevenção do suicídio será debatida em audiência pública em Criciúma
Foto: Rafaela Custódio
Por Rafaela Custódio Em 27/08/2019 às 09:37

O suicídio é assunto que se fala pouco na sociedade, mas o número de pessoas que tiram a própria vida avança silenciosamente. A Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) registrou em 2018, 36 casos. Já neste ano, são mais de 20. 

Para debater como prevenir o suicídio, uma audiência pública acontecerá nesta quarta-feira, dia 28, às 19 horas, na Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), em Criciúma. A proposta do evento foi realizada pela vereadora Camila Nascimento (PSD). “A Rede de Proteção à Vida esteve em uma sessão da Câmara falando sobre o tema e vi a importância do debate. Em Criciúma, no primeiro semestre deste ano tivemos 12 suicídios, ou seja, esse número é ainda maior atualmente. Precisamos tomar providências e buscar medidas para evitarmos fatalidades”, explica a vereadora. 

O voluntário da Rede de Proteção à Vida, Juarez de Jesus comenta que a audiência pública tem o objetivo de discutir sobre prevenção ao suicídio e lugares com acessibilidade a áreas de risco em prédios e obras em andamento. “Prédios abandonados são pontos alvos, por exemplo. Vamos conversar com engenheiros civis, profissionais de segurança, educação, saúde. Nossa intenção é sensibilizar toda a sociedade sobre o tema por meio de palestras e ações”, pontua. 

“Nossa missão é orientar as pessoas em situação de vulnerabilidade emocional sobre como e onde buscar ajuda”.

Voluntário da Rede de Proteção à Vida, Juarez de Jesus
--------------------------------------

A vereadora ainda ressalta sobre a importância da audiência pública. “Precisamos falar sobre suicídio e ajudar as pessoas que estão passando por um momento complicado. Sabemos que é um momento difícil e muitas vezes não sabemos como ajudar. O encontro tem o objetivo de tratar sobre o suicídio e debater estratégias para que possamos evitar que novos casos apareçam”, declara. 

O que é a Rede de Proteção à Vida? 

A Rede de Proteção à Vida é um movimento cidadão e voluntário que atua na valorização à vida, prevenção ao suicídio e estímulo da saúde mental, física e espiritual. Sem credos religiosos e apartidários. O Centro de Valorização da Vida faz faz parte da rede. 

O Centro de Valorização da Vida (CVV) posto de Criciúma, oferece para todas as pessoas que querem e precisam conversar. O trabalho é realizado sob total sigilo. Prestado por voluntários o atendimento acontece de três formas, via telefone pelo 188 (24 horas), via chat, Skype e e-mail pelo www.cvv.org.br ou ainda de forma presencial no polo localizado na rua Coronel Pedro Benedet, 321, sala 321, no centro de Criciúma.

O atendimento emocional destina-se a todas as pessoas que, passando por problemas e aflições, sejam eles quais forem, necessitem conversar, compartilhar e desabafar. Assim como a identidade de quem liga, o assunto também fica em sigilo. Clique aqui para ir direto para a página de atendimento do CVV.

Como ser um voluntário? 

Para ser um voluntário do CVV, os interessados poderão se cadastrar no Curso de Seleção, enviar um email para criciuma@cvv.org.br ou ligar para 3439-4111.