InternetData CenterAssinante

Prefeitura vai responsabilizar culpados pela obra inacabada do ginásio de esportes

Área de isolamento da estrutura foi aumentada no sentido Sul, nesta sexta-feira
Prefeitura vai responsabilizar culpados pela obra inacabada do ginásio de esportes
Foto: Jorge Pimentel
Por Redação Em 08/11/2019 às 17:01

O dia seguinte ao episódio de desabamento da cobertura do ginásio de esportes do Balneário Arroio do Silva, foi de muito trabalho para a Defesa Civil, e a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Obras. A estrutura fica localizada na Praia do Golfinho.

A área de isolamento foi aumentada no sentido Sul, próximo da Capela Mortuária para evitar novo desabamento, desta vez da parede do ginásio, que inspira cuidados. A Administração Municipal de Balneário Arroio do Silva estava envidando esforços para concluir a obra do Ginásio de Esportes da Praia dos Golfinhos, que foi abandonada ainda na gestão anterior, mais precisamente no dia 8 de dezembro de 2016.

A obra que foi interditada pela Defesa Civil Municipal seria retomada com o projeto de reorçamento, que incluiria a parte de alvenaria e a cobertura do empreendimento. “O projeto estava pronto para ser entregue à Superintendência da Caixa Federal e a nossa expectativa era de iniciar os trabalhos no início de 2020. Agora, com o desabamento da cobertura e a estrutura comprometida, vamos aguardar os técnicos da instituição para nos dar um parecer”, revela o Secretário de Administração e Finanças, Wanderlei Nagel. 

Apuração da responsabilidade  

O Procurador Jurídico do município, Daniel Menezes de Carvalho Rodrigues, disse que a sindicância para apurar as irregularidades da construtora encarregada da obra, foi concluída e, que cópias do processo serão remetidas para ao Ministério Público Estadual e Federal.

“São problemas graves que devem ser apurados pelas autoridades competentes e os verdadeiros culpados punidos, como espera a comunidade. Na verdade o prefeito Mineiro pegou uma batata-quente na mão e em momento algum foi omisso neste período. Foram feitas licitações e as empresas não quiseram se candidatar diante do quadro que se apresenta a obra”, disse.

O prefeito Juscelino da Silva Guimarães, o Mineiro, diante da conclusão da sindicância, determinou a abertura de um PAAR – Processo Administrativo de Apuração de Responsabilidade, contra a construtora do ginásio de esportes.  “Para deixar muito claro para a população sobre a responsabilidade de quem é o culpado por ter chegado a essa situação. Essa obra foi projetada para durar pelo menos 50 anos, a gente sabe que é uma estrutura metálica que foi projetada para beira de praia e que deveria ter uma boa galvanização, entre outros itens, a perícia técnica apurou inúmeros defeitos. Então esse argumento de que a obra não resistiu por falta de manutenção não procede, houve vício na construção. Surgiram fatos muito graves, de crime e os culpados serão responsabilizados na forma da lei”, conclui o Procurador Jurídico.

Leia mais: Telhado de ginásio desaba em Arroio do Silva; risco de queda das paredes será avaliado hoje

Colaboração: Jorge Pimentel  - Assessoria de Comunicação

Leia mais sobre: