InternetData CenterAssinante

Passagem de ciclone extratropical deixa mar agitado e pode produzir ventos de até 50 km/h

Mar permanece alto até domingo, com picos entre sexta e sábado
Passagem de ciclone extratropical deixa mar agitado e pode produzir ventos de até 50 km/h
Foto: Arquivo Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 04/07/2019 às 10:52

A Defesa Civil emitiu na manhã desta quinta-feira, dia 4, um alerta para a passagem de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico, próximo à costa do Rio Grande do Sul. Mas o fenômeno terá impacto no litoral Sul catarinense e também na região da Capital, Florianópolis.  

Segundo o climatologista da Epagri/Ciram, Márcio Sônego, o ciclone extratropical produzirá efeitos mais sérios no mar, que deve permanecer alto até domingo. Entre a noite de sexta-feira e o dia de sábado, a tendência é que a ressaca fique ainda mais elevada, portanto, a recomendação é que pequenas embarcações evitem o mar aberto.  

“Vai ter um mar alto a partir de hoje. O pico será e entre sexta e sábado, mas na segunda começa a normalizar. O vento minuano aqui na região deve permanecer a uma média de 25 quilômetros por hora e em alguns momentos a 50 km/h”, explica. 

Leia mais

Aulas serão suspensas pelas baixas temperaturas em São Joaquim

Além do vento e do mar alto, a região também seguirá com quedas bruscas nos termômetros. Na madrugada desta quinta-feira, as temperaturas ficaram abaixo de zero grau em grande parte do Meio Oeste e Planalto Sul. No Litoral, as menores foram no Sul, com mínimas entre 2 e 5ºC.   

Mar agitado e Ressaca 

Início: 04/07/2019 às 09h00 

Fim: 06/07/2019 às 21h00 

Regiões: Litoral Sul de SC a Florianópolis 

Previsão: Mar agitado e possibilidade de ressaca para o Litoral Sul e Florianópolis com ondas de direção variando de sudoeste/sul e altura com picos de 2,5 a 3 metros. 

Sistema: Ciclone Extratropical no Oceano Atlântico próximo a costa do estado gaúcho. 

RECOMENDAÇÕES DA DEFESA CIVIL SC 

Mar agitado: perigo a navegação e a atividade de pesca. 

Ressaca: proteger embarcações e apetrechos de pesca e maricultura. Atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas vulneráveis à erosão e inundações costeiras. 

Leia mais sobre: