InternetData CenterAssinante

Padre Jadilson Tasca é ordenado em Treviso

Cerimônia aconteceu na tarde desse sábado, na Igreja Matriz Santo Alexandre
Padre Jadilson Tasca é ordenado em Treviso
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 21/07/2019 às 20:50

Na tarde desse sábado, dia 20, a Igreja Matriz Santo Alexandre, em Treviso, acolheu fiéis de toda a Diocese de Criciúma por ocasião da missa com o rito de ordenação presbiteral do até então diácono Jadilson Tasca. Natural de Lauro Müller e filho da comunidade Nossa Senhora dos Campos, de Forquilha, interior de Treviso, o mais novo padre diocesano recebeu o sacramento diante de seus pais, Rosina e Hilário, familiares, padres, pela imposição das mãos de Dom Jacinto Inacio Flach.

”É uma das grandes festas que nós celebramos, quando, alguém, na sua generosidade, se oferece para servir a Deus com toda a sua vida. Isso nos motiva a olhar as leituras de hoje. O Divino Oleiro, certamente já trabalhou em ti, Jadilson, durante todos esses anos de formação. Mas a graça de Deus continuará trabalhando, para cada vez mais sermos dele, para Ele e para o seu povo que nós servimos”, disse Dom Jacinto.

O vinho da missão

Com o lema de ordenação "Fazei tudo o que Ele vos disser”, extraído do Evangelho que narra o primeiro milagre de Jesus nas Bodas de Caná, o jovem de 29 anos foi ordenado. “Uma grande missão tua vai ser ‘transformar a água em vinho’. Tanta água tem por aí, em nossos corações: já não tem cor e sabor, é algo que já não diz mais nada. Tantas pessoas já não sentem mais essa alegria do vinho novo que Cristo e sua Mãe querem nos oferecer. A missão do pastor é ir ao encontro dessas pessoas”, frisou o epíscopo.

O rito da ordenação

Jadilson foi apresentando pelo reitor do Seminário Teológico Bom Pastor, de Florianópolis, padre José Aires de Souza Pereira. Seguindo o rito, após a homilia, o diácono fez o diálogo de compromisso e se prostrou diante do altar, durante a ladainha de todos os santos. O candidato foi ordenado presbítero com a imposição das mãos do bispo sobre sua cabeça e a oração consecratória. Em seguida, foi revestido com os paramentos sacerdotais, com auxílio de seus pais. Padre Jadilson teve as mãos ungidas com o óleo do Crisma e enlaçadas pelo Bispo; as mesmas foram desamarradas por seus pais, que receberam a primeira bênção do neo sacerdote. Em seguida, padre Jadilson recebeu o cálice e a patena.

Gratidão do novo padre

Ao final da missa, o novo padre proferiu sua mensagem de agradecimento. “Irmãos e irmãs, nesta hora, um enorme sentimento de júbilo inunda meu coração e minha alma rejubila de alegria. Foi a bondade do Senhor que me trouxe até aqui”, disse.

Padre Jadilson agradeceu ao bispo, clero, formadores, reitores e orientadores espirituais que contribuíram com sua formação. Agradeceu seminaristas, vocacionados, religiosos e religiosas que contribuíram com a semana vocacional ali vivenciada. Manifestou gratidão às comunidades e paróquias por onde realizou seus estágios e as instituições onde fez seus estudos; grupos de pastorais e movimentos, Pastoral Vocacional diocesana.

Leia mais sobre: