InternetData CenterAssinante

Paço Municipal recebe 9ª Feira da Agricultura Familiar nesta quinta-feira

Evento contará com a sanção de leis que beneficiam agricultores no município
Paço Municipal recebe 9ª Feira da Agricultura Familiar nesta quinta-feira
Foto: Arquivo/Decom
Por Redação Engeplus Em 10/09/2019 às 14:43

A Gerência de Agricultura e Agronegócio, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), apresenta mais uma Feira da Agricultura Familiar em Criciúma. A nona edição da tradicional feira do Paço Municipal Marcos Rovaris ocorre nesta quinta-feira, dia 12, das 8 às 17 horas. 

Aproximadamente 14 agricultores estarão vendendo uma variedade de produtos da agroindústria familiar, como chips de banana, grãos, temperos, flores, bolo de pote, pamonha doce, embutidos, biscoitos, panificados, alimentos orgânicos com certificação de origem garantida e sem agrotóxico em nível nacional. Além de alguns produtos sem glúten e sem lactose.  

Os agricultores que participaram da 42ª edição da Expointer, em Esteio (RS), irão aplicar em seus negócios os aprendizados que tiveram no evento. A cuca alemã é um exemplo disso, os novos sabores serão apresentados nesta edição, que terá também mais alimentos hidropônicos e olericultura. 

“A feira já está mais que consolidada na região, indo além do pessoal dos arredores do Paço, mas de outros lugares da cidade. É a fonte de renda dos agricultores, que já possuem clientes fidelizados.”, frisa a gerente de Agricultura e Agronegócio da Prefeitura de Criciúma, Maristela Oenning Borgert Bresciani. 

Leis que beneficiam os agricultores 

Durante a feira, às 9 horas, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, irá sancionar a lei nº 7.475/2019 e a lei complementar nº 314/2019. Salvaro também irá apresentar um projeto de lei do Poder Executivo (PE). As leis e o projeto são direcionados para beneficiar o agronegócio no município.  

“É um grande incentivo para abertura de mais agroindústrias e legalização dos negócios. Pela Casa do Empreendedor, o agricultor pode abrir a sua empresa de pequeno porte, de forma mais rápida e ágil”, completa.  

Leia mais sobre: