InternetData CenterAssinante

Nossa Casa conclui projetos e busca novas ações para trazer ainda mais conforto às crianças

Instituição de Criciúma existe há 20 anos e atualmente acolhe 24 crianças e adolescentes
Nossa Casa conclui projetos e busca novas ações para trazer ainda mais conforto às crianças
Foto: Rafaela Custódio / Portal Engeplus
Por Rafaela Custódio Em 29/10/2019 às 12:19

A Associação Beneficente Nossa Casa acolhe crianças e adolescentes de 0 a 17 anos em situação de risco social, sendo que permanecem no lar por tempo indeterminado, até que, mediante determinação judicial, retornem às suas família de origem ou substitutas. A instituição possui 24 funcionários que trabalham em turnos diferentes para atender a demanda. Além disso, atualmente, a entidade está com 24 crianças morando na casa. 

A direção da Casa é formada por seis pessoas que buscam diariamente o melhor para as crianças e adolescentes. Todos as pessoas envolvidas realizam ações como bazar, feijoada, café colonial e pedágio para arrecadação de dinheiro para cobrir o déficit mensal que chega em torno de R$ 8 a R$ 10 mil. A entidade se mantém parcialmente ainda por meio de parcerias com as prefeituras de Criciúma, Siderópolis, Forquilhinha e Treviso. Mas o valor não é suficiente para as despesas mensais, por isso é necessário o apoio da comunidade, com doações de alimentos, roupas, calçados e brinquedos.


Foto: Miriam Zomer/Divulgação

Hoje a instituição está em uma sede própria, com espaço especial para que as crianças e adolescentes acolhidos possam conviver com tranquilidade e carinho. O lar temporário conta com quartos, salas, cozinha, lavanderia, pátio, playground e brinquedoteca. 

Pensando no melhor de todas as crianças que passam pelo local, a direção da Nossa Casa em parceria com a 9ª Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma implantou o sistema de energia fotovoltaica. A conta de energia da instituição era de cerca de R$ 2 mil mensais e com o novo sistema a expectativa é que a conta diminua em 65%. 

“Era um custo alto e variava muito a conta de energia. Com o projeto diminuímos essa fatura e podemos investir o dinheiro em outros projetos para as crianças e adolescentes”, explica a presidente da Nossa Casa, Jucelane Barbosa Marques

Segundo Jucelane, o valor do investimento para o sistema de energia fotovoltaica foi aprovado pela 9ª Promotoria de Justiça. “Foram doados R$ 50.124 e instalados 32 painéis solares que captam a luminosidade e transformam em energia. Do valor doado, o sistema foi pago com R$ 37.9000, ou seja, sobrou R$ 12.234 com esse dinheiro nós realizamos outras obras na instituição. Nós utilizamos a verba para a construção de um muro de contenção e na abertura de uma saída de emergência na Casa e assim evitamos qualquer desastre na instituição”, pontua. 

 Reforma em quartos: um benefício às crianças e adolescentes 

A direção da Nossa Casa estava buscando reformar os quartos das crianças e adolescentes para que eles pudessem guardar suas roupas de forma individual e que tivessem seu próprio cantinho para guardar também seus objetos que atualmente eles possuem. Todos os móveis foram trocados, a pintura dos quartos realizadas. 

O investimento foi de R$ 40 mil, valores obtidos junto ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA) e por meio de uma empresa que de forma anônima realizou as doações. 

Projetos voluntários auxiliando na formação dos moradores da Nossa Casa

As crianças e adolescentes da instituição possuem aulas de natação e também recebem aula de musculação da academia Via Corpo. Já a Hortifruti Aldo e Baschirotto Beneficiamento e Comércio de Frutas também realizam doações de saladas e frutas semanalmente para a Nossa Casa. 

“Ainda temos voluntários na área da saúde e também com aulas de violão. As Óticas São José nos auxiliam muito também. São diversos parceiros que estão conosco há anos e fazem total diferença para o dia a dia da Nossa Casa”, pondera a coordenadora da Nossa Casa, Santina Pereira Muniz.

A vice-presidente da instituição, Izabel Cristine lembra que no dia 14 de dezembro acontecerá um pedágio em Criciúma. “O pedágio é uma forma de arrecadar dinheiro para a instituição e buscar recursos para mantermos o financeiro em dia”, explica. 

Os interessados em ajudar a Nossa Casa podem se dirigir ao local das 9 às 17 horas. Mais informações é possível entrar em contato com a equipe da instituição pelo telefone (48) 3443-6859. 

Leia mais sobre: