InternetData CenterAssinante

Moradores cobram revitalização da rodovia Governador Jorge Lacerda

Audiência Pública reune lideranças políticas na sexta para debater medidas
Moradores cobram revitalização da rodovia Governador Jorge Lacerda
Foto: Arquivo Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 02/07/2019 às 11:47

Moradores da região do Verdinho seguem batalhando pela revitalização da rodovia Governador Jorge Lacerda em Criciúma. Após quase sair do papel em 2017, quando um projeto chegou a ser atualizado e apresentado para a comunidade, a obra segue sem prazo para acontecer. Aliás, do Governo do Estado, há uma promessa de melhoria paliativa ainda neste ano, mas a revitalização só a partir de 2020.

Nesta sexta-feira, a comissão formada por moradores volta a se reunir, desta vez em Audiência Pública com a presença de lideranças políticas, comunitárias e empresariais. A reunião acontece a partir das 19 horas, no Salão da Igreja do bairro Verdinho, na rua Líbero João da Silva.

A expectativa dos lideres da comissão é encontrar na audiência deputados estaduais e federais, sobretudo para cobrar que monitorarem a situação junto ao governador Carlos Moisés. No final do mês passado, uma comitiva liderada pelo prefeito Clésio Salvaro esteve reunida com o secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Hassler. E saiu de lá com uma promessa.

“Ele se demostrou muito solícito, nos ouviu. Mostramos e entregamos o projeto. Ele disse que para 2019 é inviável porque o Estado está com dívidas. Mas vão fazer um trabalho paliativo, tirar os borrachudos, botar um asfalto bom, que dure até o ano que vem. O prefeito colocou a usina (de asfalto) à disposição. Não há uma promessa formal, mas saímos otimistas de lá”, pondera Silvina Ronconi Westrup, vice-presidente da comissão.

Protestos não estão descartados

Além dos deputados, também foram convidados para a audiência o prefeito do município de Maracajá, Arlindo Rocha, de Forquilhinha, Dimas Kammer, e de Criciúma, Clésio Salvaro. Após a reunião desta sexta, a comunidade deve se reunir para discutir o saldo da audiência. Caso não esteja de acordo, os moradores voltarão a protestar fechando a rodovia. “Se não tivermos respostas, vai haver sim manifestações. Eu paro a rodovia. Estamos quietos porque ainda buscamos respostas, terá a audiência. Quem passar pela rodovia sabe da nossa necessidade”, relata Ana Cláudia Acordi, moradora do bairro Verdinho e participante da comissão.

O projeto

Todo o trânsito do Sul vem dali. Araranguá, Maracajá e Forquilhinha usam o acesso. Não há alternativa. Conseguimos sensibilizar as forças maiores para colocarmos a obra no orçamento. O paliativo é até 2020, mas precisa ser revitalizada. É uma das prioridades na região Sul

Salésio Lima, vereador de Criciúma
______________________

O projeto apresentado ao secretário de Infraestrutura é de agosto de 2017 e foi elaborado pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (SIE), à época sob comando do atual deputado estadual, Luiz Fernando Cardoso.

A obra prevê a revitalização de 8,5 quilômetros da rodovia Governador Jorge Larcerda, desde o acesso da BR-101 até o entroncamento com a rodovia Gabriel Arns, que dá acesso ao município de Forquilhinha. “Os estudos feitos na rodovia para elaboração do Projeto de Pavimentação indicam que todo o trecho se encontra comprometido, apontando para um alto grau de degradação do pavimento ao longo de toda a sua extensão, com a sua função estrutural afetada”, diz o projeto.

Além da nova pavimentação, a obra também prevê a instalação de trevo alemão e rotatórias ao longo do trecho para um custo de aproximadamente R$ 17 milhões.

O que eles dizem

Falta vontade para os políticos. Batalhamos bastante. Não adianta estar no papel, é preciso mobilização e faltou interesse. Quem vai colocar empresas na região do Verdinho se não existe acesso adequado?

Cida Bitencourt, moradora do bairro Verdinho
______________________

Os bairros se desenvolveram e o nosso está estagnado, empobrecido e não cresce. Meus filhos não moram mais comigo, mas ainda usam a rodovia e eu sei do risco. O que me resta é orar. A expectativa é que os deputados se juntem para formar barreiras e cobrar o governador. O dia que for votado o orçamento, que coloquem a Jorge Lacerda e nos avisem

Silvina Ronconi Westrup, vice-presidente da comissão
______________________

A partir do momento que os deputados se engajam, o movimento ganha força. Nós, enquanto vereadores, não temos essa proximidade (com o governador), mas eles têm. A obra ainda não aconteceu porque houve um desinteresse dos governos. A Via Rápida aconteceu em um momento que tínhamos governador (Eduardo Pinho Moreira) e secretário de infraestrutura (Luiz Fernando Cardoso) daqui. O município tem interesse em fazer uma área industrial próximo do CTG. Mas como vai atrair e fomentar a geração de empregos e novas empresas ali?

Dailto Feuser, vereador de Criciúma
______________________

Nessa audiência foram chamados os deputados estaduais e federais, além do governo. A comunidade está unida e coesa para resolver esse problema da região. Será um momento oportuno falarem seus anseios. Eles vão passar lá e ver o problema, o próprio secretário de infraestrutura vai ver o inferno que tá lá

Ademir Honorato, vereador de Criciúma
______________________

Leia mais sobre: