InternetData CenterAssinante

Mais R$ 30 milhões para instalação de luminárias de LED em Criciúma

Valor será pleiteado junto ao Banco do Brasil e deve ser liberado em até 90 dias
Mais R$ 30 milhões para instalação de luminárias de LED em Criciúma
Foto: Colaboração/Nícola Martins
Por Thiago Hockmüller Em 24/07/2019 às 11:29

Após investir mais de R$ 7 milhões na substituição de luminárias comuns por de LED, a Prefeitura de Criciúma conseguiu aprovação na Câmara de Vereadores para captar mais R$ 30 milhões junto ao Banco do Brasil e dar sequência ao projeto. Caso aprovado o recurso, a expectativa é instalar até 30 mil novas luminárias no município.

O projeto de Lei Nº 52/2019, que autoriza a operação de crédito, foi aprovado na noite dessa terça-feira, dia 23, em sessão na Câmara de Vereadores. A justificativa do Paço Municipal está na economia planejada após a conclusão do serviço. “Sabe-se que atualmente o maior gasto com energia elétrica do município de Criciúma com iluminação é gerado por luminárias de ruas e praças. Por esta razão, é importante buscar alternativas para redução nos valores despendidos com energia e manutenção do sistema de iluminação”, diz o texto.

A expectativa é gerar uma redução no consumo de energia elétrica, no âmbito da iluminação pública, de aproximadamente 40%; também a melhora no índice de reprodução de cor (IRC), ou seja, maior luminosidade de ruas e avenidas; e reduzir de forma acentuada a necessidade de manutenção, já que as luminárias LED têm uma vida útil aproximada de 3 vezes a do sistema convencional.

Passou na Câmara e vamos encaminhar a documentação. Vão fazer análise da nossa capacidade de pagamento e acreditamos que em três meses seja aprovado no banco. Já foram 4,2 mil com recursos próprios e agora mais 30 mil, entre praças e logradouros. A ideia é substituir todas com este financiamento

Secretária de Infraestrutura de Criciúma, Kátia Smielevski
_______________________________

Saiba mais

Segundo informado pela secretária, entre as ruas que já receberam a substituição estão a Hercílio Luz, São José e Araranguá, além das avenidas Gabriel Zanette e Luiz Lazzarin. A lâmpada utilizada é um material importado e agrega maior durabilidade e menor consumo. Em relação a lâmpada convencional, que possui durabilidade de 20 a 22 mil horas, a luminária de LED é mais eficiente podendo durar 60 mil horas.

A economia gerada, em um primeiro momento, não chegará ao consumidor final. Isto porque este processo demanda análise e aprovação da Câmara de Vereadores. Para os contribuintes, o percentual do Custeio de Serviços de Iluminação Pública (Cosip) que é pago na conta de luz está calculado sobre o consumo de sua unidade e não da iluminação pública.