InternetData CenterAssinante

Legislação e o programa Jovem Aprendiz são temas de workshop no Senai

Empresários e profissionais da região debateram sobre os temas em Criciúma
Legislação e o programa Jovem Aprendiz são temas de workshop no Senai
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 12/09/2019 às 11:35

Os desafios da iniciação no mercado de trabalho, as implicâncias da legislação que aborda os Jovens Aprendizes, prazo de contrato, rescisão e outros quesitos envolvendo a admissão de adolescentes e jovens em empresas privadas foram alguns dos temas discutidos por profissionais de RH de empresas da Região Carbonífera. Eles participaram do Workshop de Aprendizado do Senai, ministrado pela supervisora da Aprendizagem Industrial do Senai, Graziela Martins Feliciano da Silva, e pelo especialista em educação do Senai, Tiago Conte. 

O encontro abordou a realidade da aprendizagem industrial quando se fala em jovem aprendiz. “É uma maneira de informar e sanar dúvidas que possam aparecer nos setores de RH da nossa região”, explicou Graziela.  

Entre interações tecnológicas e debate, Graziela também apresentou a forma de operar do Senai. “Falamos sobre como o Senai trata da carga horária dos aprendizes, educação EAD, divisão entre trabalho e presença no curso preparatório, entre diversos outros temas que auxiliam as empresas a potencializar o jovem aprendiz, tornando o processo atrativo para ambos os lados”, completou a profissional. 

Educação financeira para os Jovens Aprendizes 

Os alunos que fazem parte do projeto Jovens Aprendizes em empresas da região participaram também de um workshop Junior Achievement. Durante o encontro, separados em equipes, os estudantes avaliaram um problema proposto e buscaram soluções para o caso. 

“Este ano temos como tema principal de trabalho a educação financeira. Os Jovens Aprendizes já realizaram um curso que teve como tema ‘Meu Dinheiro, Meu Negócio’. Com essa bagagem adquirida, eles vêm para a parte prática, onde nós propomos um problema e, em conjunto, eles nos apresentam soluções inovadores”, explica o especialista em educação do Senai, Tiago Conte. 

Leia mais sobre: