InternetData CenterAssinante

Júri simulado traz à tona o debate sobre o aborto como evento de saúde pública

Acadêmicos da sexta fase do curso de Enfermagem montaram argumentos para explanar o tema
Júri simulado traz à tona o debate sobre o aborto como evento de saúde pública
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 08/12/2019 às 09:29

Visando buscar um debate sobre o tema aborto, a disciplina de Políticas Públicas de Atenção à Saúde do Homem e da Mulher do curso de Enfermagem das Faculdades Esucri, promoveu um júri simulado para contextualizar mais sobre o tema.

A turma foi dividida em quatro grupos: juiz e júri, equipe de defesa da legalização para a prática do aborto, equipe de combate à legalização da prática do aborto e equipe de avaliação de argumentos das equipes de combate/defesa e jurado. Para os profissionais de saúde o abortamento vai além de um dilema jurídico, indo para os campos da ciência, ética e bioética e saúde pública.

Os acadêmicos montaram seus argumentos pró e contra o aborto e ao final o júri deu seu veredito a partir da construção destes. Ao final, a equipe de avaliação pontuou sobre a consistência das alegações e avaliou se a decisão do jurado partiu disto ou se foi tendenciosa.

“A ação procurou que os alunos fizessem uma reflexão acerca dos prós e contras sobre o aborto, indo mais além, procurou despertar nos alunos empatia, se colocar no lugar do outro nessas situações. Uma vez que o ato de decidir sobre o fazer ou não pode não ser tão “fácil” como divulgado por muitos”, explica a professora da disciplina, Silvia Prado.

Leia mais sobre: