InternetData CenterAssinante

Estratégia eleva nível de imunização contra sarampo em Maracajá

Na hora da rematrícula, escolas estão exigindo carteiras de vacinas atualizadas dos alunos
Estratégia eleva nível de imunização contra sarampo em Maracajá
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 19/11/2019 às 13:45

Uma estratégia traçada entre os departamentos municipais de Educação e Saúde de Maracajá e as direções das duas escolas estaduais do município está contribuindo para ampliar o índice de imunização contra o sarampo e para colocar em dia a vacinação de crianças, adolescentes e adultos residente no município.

"Estamos em períodos de novas matrículas e rematrículas nas escolas das redes municipal e estadual em Maracajá e um dos documentos exigidos pelas escolas é a carteira de vacina do estudante e a declaração de que o esquema vacinal está em dia", explica a coordenadora da Sala de Vacinas do Cemasas, Silvana Bilésimo.

"Em média, dos que comparecem ao Cemasas para retirar a declaração, 40% estão com vacinas atrasadas e isto é preocupante", enfatiza Silvana, lembrando que está aberta a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, que vai até o dia 30. O alvo são jovens de 20 a 29 anos, mas a vacina é ministrada a todas as pessoas que comparecerem a Sala de Vacinas. No dia 30, sábado, o Cemasas estará aberto das 8 às 17 horas.