InternetData CenterAssinante

Energia começa a ser restabelecida na região de Tubarão

Quase 10 mil unidades seguem sem energia; número chegou a ultrapassar 20 mil
Energia começa a ser restabelecida na região de Tubarão
Foto: Epagri Ciram/Defesa Civil de SC
Por Thiago Hockmüller Em 29/10/2019 às 16:48

Segue caindo gradativamente o número de unidades consumidoras sem energia na região de Tubarão. Após registrar mais 20 mil ocorrências, o número reduziu para 9.299, conforme o balanço de fornecimento de energia da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). 

O problema é efeito do temporal que atingiu o Estado catarinense, sobretudo o litoral, na tarde desta terça-feira, dia 29. Em Tubarão, postes e placas cederam com o vento, inclusive danificando um veículo que estava estacionado na marginal da BR-101. Na região da Capital Florianópolis, neste momento cerca de 47 mil unidades consumidoras estão sem energia.  

Mais ocorrências

Em Criciúma, as rajadas de vento provocaram queda de quatro árvores no município. Duas delas, nos bairros Linha Anta e Pinheirinho, caíram em via pública, mas já foram removidas. Nos outros dois casos, nos bairros Santa Bárbara e Vila são Miguel, as ocorrências provocaram danos, uma na rede elétrica e outra em uma casa.  

Em Balneário Arroio do Silva, logo início da manhã, a ventania chegou aos 85 km/h. Já no período da tarde, as rajadas atingiram 100 km/h. Mesmo assim, segundo o secretário de obras do município, até o momento não há registro de casas destelhadas, apenas queda de placas sinalizadoras. 

Leia mais

Temporal atinge Amesc e se aproxima da região de Criciúma

Mais de 10 mil unidades consumidoras sem energia na região Sul do Estado

Rajadas de vento chegaram aos 100km/h em Balneário Arroio do Silva

Queda de árvore deixa 150 unidades consumidoras sem energia no bairro Santa Bárbara