InternetData CenterAssinante

Divulgados os resultados do 7º Campeonato Brasileiro de Cubo Mágico

Competidor de Jundiaí conquistou 13 medalhas em 16 modalidades disputadas
Divulgados os resultados do 7º Campeonato Brasileiro de Cubo Mágico
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 09/12/2019 às 08:30

A Associação Mundial de Cubo Mágico (WCA) publicou em seu site, neste fim de semana, os resultados do 7º Campeonato Brasileiro de Cubo Mágico que ocorreu nos dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro, em Criciúma. O evento, realizado no Nações Shopping, contou com a presença de 112 competidores, sendo 82 do sexo masculino e 30 do feminino.  

“O campeonato aconteceu no fim de semana anterior. No mesmo dia foram entregues as medalhas. Porém, todos os tempos precisam ser conferidos antes de enviarmos para publicação e isso requer tempo. Os competidores podem acessar informações com detalhes sobre seus tempos, médias e posição no ranking nacional, sul-americano ou mundial”, informou o delegado Murillo Otero

Vicenzo Cecchini, 14 anos, de Jundiaí/SP, foi declarado Campeão Brasileiro. Ele é referência nacional neste esporte da mente, disputou 16 das modalidades 18 modalidades oficiais. O adolescente reconheceu que a ausência de Enzo Mattos, um competidor de Sorocaba/SP, o favoreceu nos resultados. “O Vicenzo ganhou 13 medalhas. Foi primeiro colocado em sete modalidades, segundo colocado em quatro e terceiro colocado em duas”, informou Marcos Checchini, pai do competidor. 

O gaúcho Israel Fraga da Silva, de Porto Alegre, bateu dois recordes nacionais. Na categoria 3x3x3 de olhos vendados ele fez uma média de 27,76 segundos. “Tentei resolver 30 cubos de olhos vendados, acertei 26, e com isso bati meu próprio recorde na categoria múltiplos cubos de olhos vendados”, explicou Fraga. 

O cubista Vitor Wagner Abreu, de Urussanga, foi a principal revelação conquistando o primeiro lugar no Megaminx, um quebra-cabeça que tem doze faces coloridas. “Foi a surpresa do campeonato. Ninguém o conhecia, agora todo mundo conhece. Ele bateu o recorde nacional na primeira resolução. E, na final ele bateu de novo, com 45,45 segundos de média. Ele mandou muito bem, sou fã dele agora”, comentou Vicenzo em seu canal da internet.   

O baiano Gabriel Bergue manteve o título de campeão brasileiro na modalidade com os pés numa disputa acirrada com Gustavo Galvani, de Orleans. Com este resultado, Galvani conquistou o quarto lugar no ranking brasileiro e sul-americano e o 64º no mundial com a melhor média. Esta modalidade não será mais oficial a partir do próximo ano. Por isso, os cubistas se uniram e realizaram uma campanha para que Galvani possa participar de mais um campeonato. Ele estará participando da próxima competição em São Bernardo do Campo/SP, nos dias 14 e 15 de dezembro. 

Premiações não oficiais 

Nesta edição foram entregues medalhas não oficiais alunos da Rede Municipal de Educação de Criciúma e competidores do sexo feminino e novatos. Os competidores criciumenses Vitor de Souza Cabreira e Vitor de Souza Cabreira ficaram entre os 12 finalistas na categoria Cubo 3x3x3. 

Confira os resultados:

Categoria Rede Municipal de Educação de Criciúma - Cubo 3x3x3 

1º Lugar: Vitor de Souza Cabreira 

2º Lugar: Vitor Jacinto Damásio 

3º Lugar: Evandro Marques 

4º Lugar: Eduardo Miyamoto Teixera 

  

Categoria Feminino - Cubo 3x3x3 

1º Lugar: Leticia Vociekoski dos Santos (Criciúma/SC) 

2º Lugar: Maria Eduarda Pires da Luz (Cocal do Sul/SC) 

3º Lugar: Kelly Cardoso 

4º Lugar: Paula Guollo (Cocal do Sul/SC) 

 

Categoria Novato - Cubo 3x3x3 

1º Lugar: Bernardo Pires Mesko 

2º Lugar: João Pedro Crestani de Souza (Caxias do Sul/RS) 

3º Lugar: Francisco Junior Saccon