InternetData CenterAssinante

Denúncia contra violência à mulher em pauta em Cocal do Sul

Município realiza palestra e reúne mais de 80 pessoas de grupos de mães e idosos
Denúncia contra violência à mulher em pauta em Cocal do Sul
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 21/11/2019 às 13:02

Mais de 80 pessoas que integram os grupos de mães e idosos de Cocal do Sul participaram nessa semana, da palestra alusiva ao dia Internacional de Luta contra a Violência à Mulher. O encontro realizado pela Secretaria de Assistência Social e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) teve como palestrantes a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Içara, Maria da Graça Pavei, advogada Edna Benedet e a policial civil, Ludmila Oliveira Daufenbach.  O evento também contou com a presença da vice-prefeita, Cirlene Gonçalves Scarpato, equipes do CRAS, Saúde, Centro Dia do Idoso e alunos da Apae.

Impactante e real, a palestra chocou os participantes com a demonstração de vídeos de agressão, relatos de mulheres do campo, falas da Central da Polícia quando alguém liga pedindo ajuda, orientações, direitos e alertas.  Tudo para conscientizar sobre a importância da denúncia e mostrar que as mulheres estão protegidas, basta ter coragem para denunciar. 

“Nós buscamos trabalhar com este público para quebrar tabus e os pensamentos das pessoas que acham que esse tipo de violência é cultural. A violência nunca é normal. Antigamente era muito comum a gente ouvir de mães idosas que apanhavam do marido, eram agredidas, desrespeitadas e achavam isso normal, pois não tinham como se defender ou para onde ir. Hoje ouvimos muitos relatos de exemplos como esses, e isso também acaba sendo passado para os filhos, de certa forma. Mas essa situação não é normal e hoje temos inúmeras maneiras de combater a violência contra a mulher”, declara a assistente Social, Patrícia De Lucca.

Conforme a secretária de Assistência Social, Angela Mendes Anjo, Santa Catarina é o quinto estado mais violento contra a mulher do país. “A denúncia é a principal atitude que a mulher precisa ter diante de uma situação de violência. Outro fator importante são as pessoas próximas que tem a preocupação de não se envolver. Quando se depararem com esta covardia, denunciem. Existem várias formas de fazer isso, e o processo é sigiloso”, afirma.

O contato com o Creas pode ser feito por meio do telefone (48) 3444-6034, ou direto no local, na sede localizada no bairro Jardim Itália, ao lado do Centro Dia do Idoso e fundos com o ESF do bairro. A denúncia pode ser feita também pelo disk 100 e 180.

Números de Cocal do Sul (violência contra a mulher)

Novembro de 2018 a Novembro de 2019

Ameaça: 26

Calúnia: 3

Dano: 4

Difamação: 6

Injúria: 4

Lesão corporal: 11

Total: 54