InternetData CenterAssinante

Criciumense está na semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa

Antony Novack Bertan irá para São Paulo, em novembro, para a escolha dos finalistas
Criciumense está na semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 16/10/2019 às 14:29

“O Rio Linha Anta nasce e desce as serras, uma a uma. Nasce limpo, é água das chuvas que a terra filtrou. Cria leitos, faz curvas cumpre o que seu destino mandou”. Este é um trecho da poesia ‘O Rio da Minha Cidade’ que está na semifinal da 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa. Em seu texto, o estudante da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jorge da Cunha Carneiro, Antony Novack Bertan, retrata a importância do Rio Linha Anta na vida dos agricultores e da população do município. Nos versos, o aluno passa a mensagem de conscientização e de como o homem não tem o cuidado com o seu bem mais precioso: a água. 

Com estes pequenos versos, mas tão impactantes sobre a natureza, Antony está representando Santa Catarina e também Criciúma na fase seminal da olimpíada. A etapa ocorre entre os dias 4 e 7 de novembro, em São Paulo (SP). Na semifinal, o criciumense estará concorrendo com a região do Sul e Sudeste do país. Nesta edição da competição, a temática foi ‘O lugar onde eu vivo’, com cinco categorias: Poema, Conto, Crônica, Artigo de Opinião e Documentário. 

“Primeiro é realizado a etapa escolar, onde é formado uma comissão que escolhe um texto de cada categoria de cada escola municipal. Após, temos a etapa municipal, que é realizado pela Secretaria de Educação, que professores, jornalistas e profissionais do órgão escolhem dois textos por categoria. Na fase municipal recebemos aproximadamente 300 textos. A terceira parte é a fase estadual, que são selecionados os representantes do Estado na competição na semifinal”, explica o coordenador pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Guilherme Medeiros Honorato

Talentos 

Não é a primeira vez que Criciúma tem um representante na semifinal da olimpíada. Em 2015, com a crônica ‘Heróis sem nome’, a estudante da EMEF Padre, Jéssica Sipriano de Freitas, também chegou na semifinal da 4ª edição da iniciativa. 

De acordo com a secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca Pizzolo, a classificação para a semifinal na Olimpíada de Língua Portuguesa revela a importância de um trabalho orientado para a formação leitora e escritora dos alunos. “É necessário pensar em estratégias para que o professor consiga desenvolver o posicionamento crítico e criativo do aluno a partir da leitura e escrita de textos, contribuindo para o gosto independente literário do aluno, e a iniciativa é uma forma de alcançar esse resultado”, aponta. 

Orientado pela professora Joyciane Vidal Gonçalves, Antony viajará acompanhado da profissional para São Paulo, os dois terão formações durante o evento, e no 6 de novembro será a premiação para os 173 finalistas da fase nacional. A final será em Brasília (DF) no fim de novembro, com a premiação de 32 alunos. 

Colaboração: Decom

Leia mais sobre: