InternetData CenterAssinante

Com matrículas abertas, Colégio Rogacionista encerra o calendário cultural com o ArtShow

Os 300 alunos da instituição participam do evento, que acontece no Teatro Elias Angeloni
Com matrículas abertas, Colégio Rogacionista encerra o calendário cultural com o ArtShow
Foto: Divulgação/Colégio Rogacionista
Por Thiago Hockmüller Em 18/11/2019 às 12:55

O calendário cultural do Colégio Rogacionista Pio XII encerra nesta terça-feira, dia 19, com o ArtShow. O evento acontece no Teatro Elias Angeloni, a partir das 19h30, e realizará um resgate da trajetória da música brasileira por meio de 17 apresentações.  

As peças foram estudadas e trabalhadas pelos professores em conjunto com os 300 alunos da instituição, que tem turmas do maternal até o 9º ano. O espetáculo, intitulado “Canta Brasil - A história da música brasileira”, é aberto ao público. 

“Temos uma escola de teatro, parceira nossa, que vai trazer alunos para fazer personagens, tem pais e professores convidados para fazer o enredo. Todas as atividades realizadas são contextualizadas, o bacana é que as crianças ampliam o seu conhecimento. Vamos fazer uma viagem ao passado resgatando a história da música brasileira, entrando em personagens e apresentadores, como Chacrinha e Bolinha’, explica a coordenadora pedagógica do Rogacionista, Jocelaine de Jesus Dagostini

Capoeira e teatro à disposição 

O ArtShow é apenas um dos diversos eventos culturais promovidos pelo Rogoacionista. Além do mais, a escola conta também com diversas oficinas extracurriculares e que agregam saúde, educação, cultura e aprendizado. 

Atualmente, os alunos contam com robótica, banda marcial, oficina de dança, coral infantil e juvenil, futsal e música. No ano que vem, mais dois itens estarão à disposição: capoeira e teatro.  

“Isso tudo serve para complementar o período que as crianças ficam na escola. Oferecemos não somente a questão educacional formativa. O principal impacto do Rogacionista na vida das pessoas é a questão humana. Quem entra aqui entende esse carisma, de ajudar o próximo, de estar fundamentando em um projeto de vida e do despertar de uma vocação”, explica Jocelaine. 

Matrículas abertas 

Com vasta opção de atividades extracurriculares, o Colégio Rogacionista também possui um amplo aparato em sala de aula. São cerca de 40 profissionais entre professores e pessoas ligadas à gestão e administração da escola. 

O Rogacionista conta com a metodologia OPEE, que oportuniza Empreendedorismo e Projeto de Vida. Este conceito agrega aprendizado em áreas como convivência, autoconhecimento, inteligência emocional, educação financeira, métodos de estudo, escolha profissional, valores e mercado de trabalho. Além do mais, o colégio conta com parceria da editora FTD e mais de 50 mil metros quadrados de área com campo de futebol, ginásio poliesportivo, parquinho e bosque. 

“Sempre queremos que os pais venham até a escola. Estão todos convidados, porque queremos entender o que cada um procura e contamos com os pais para o desenvolvimento das crianças. É uma troca muito humana”, afirma Jocelaine. 

Em Criciúma, o Colégio Rogacionista atua a mais de 60 anos e recebe alunos de diversos bairros, como Rio Maina, Santo Antônio, Primeira Linha, Recanto Verde, Boa Vista, Jardim Angélica, Centro e São Defende. Também há alunos de Içara. 

“Não há limitação de vagas. Este ano tivemos 60 matrículas de alunos novos, quase cinco vezes mais que no ano passado, na mesma época. Também trabalhamos com bolsas de 50% a 100%, o processo foi aberto em setembro e já foi finalizado. São quase 100 bolsas”, argumenta. 

O Colégio Rogacionista existe em mais de 30 países e no Brasil conta com estrutura em Criciúma, Gravataí, São Paulo, Curitiba e Brasília. “São quatro braços: em Criciúma, a questão paroquial está ligada à Paróquia Nossa Senhora das Graças, no Pinheirinho; a parte assistencial ao Bairro da Juventude; e aqui a parte de seminário e a parte de colégio”, finaliza a coordenadora. 

Leia mais sobre: