InternetData CenterAssinante

Cocal do Sul escolhe conselheiros tutelares neste domingo

Ao todo, 14 candidatos disputam as cinco vagas titulares ao Conselho Tutelar no município
Cocal do Sul escolhe conselheiros tutelares neste domingo
Foto: Nelson Junior/ASICS/TSE/Dedoc
Por Redação Engeplus Em 03/10/2019 às 12:55

Neste domingo, dia 6, eleitores de Cocal do Sul poderão escolher a nova equipe do Conselho Tutelar para os próximos quatro anos (2020-2024). Para ter direito a votar, basta o cidadão estar com sua situação regularizada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ao todo, 14 candidatos disputam as cinco vagas titulares ao Conselho Tutelar no município. A votação será realizada das 8 às 17 horas, na Escola Municipal Demétrio Bettiol, por meio de urna eletrônica. Para votar é simples, basta apresentar o título de eleitor e um documento com foto. 

Todo processo será acompanhado pelo Conselho Especial Eleitoral de Cocal do Sul, composto por Jordana de Souza Bortolotto de Faveri (presidente), Rosiclei Prior Viola (secretaria), além de membros do conselho. Segundo Jordana, apesar do voto ser facultativo, a ampla participação popular é importante para garantir uma maior legitimidade de atuação aos profissionais. “A sociedade precisa participar dando a sua contribuição e entender que ser conselheiro vai muito além de um cargo, e requer muita responsabilidade”, afirma.

Em Santa Catarina, os 295 municípios do estado escolherão cerca de 1.500 conselheiros.

O que faz um Conselheiro Tutelar

Cabe ao Conselheiro Tutelar o atendimento a crianças e adolescentes que têm seus direitos ameaçados ou violados por pais, responsáveis, pela sociedade ou mesmo pelo Estado. Entre suas atribuições está encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal. É também o Conselheiro Tutelar quem faz os atendimentos iniciais, reconhece o problema e, posteriormente, encaminha a situação para a rede de atendimento do município, composta pelos serviços de assistência social, saúde, educação, entre outros.

Aos candidatos a membro do Conselho Tutelar, é exigido no mínimo que resida no município, tenha idade superior a 21 anos e possua reconhecida idoneidade moral.

Leia mais sobre: