InternetData CenterAssinante

Cerca de 40 mil exemplares vendidos na Feira do Livro

Segundo a FCC, mais de 50 mil pessoas passaram pelo evento, que terminou no domingo
Cerca de 40 mil exemplares vendidos na Feira do Livro
Foto: Thiago Hockmüller/Arquivo Portal Engeplus
Por Thiago Hockmüller Em 22/10/2019 às 11:39

A 14ª edição da Feira do Livro encerrou no último domingo, dia 20, com um saldo de aproximadamente 40 mil livros comercializados. A estimativa é da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), promotora do evento, que já começa a idealizar a programação de Natal e o calendário do próximo ano. 

Conforme a FCC, nesta edição da feira, que iniciou no dia 10 de outubro, cerca de 50 mil pessoas passaram pelas livrarias concentradas na Praça Nereu Ramos. Além do mais, cerca de 80 mil exemplares foram colocados à disposição. 


Feira do livro encerrou no último domingo, após receber cerca de 50 mil pessoas na Praça Nereu Ramos 

Atingimos o objetivo. Mantemos o palco, que esteve lotado este ano. Mantivemos as apresentações culturais e a parceria com entidades, com a Academias Catarinense de Letras e com a Academia Criciumense de Letras, que tiveram espaço exclusivo. Cerca de 50 mil pessoas passaram pela feira e acompanharam as ações promovidas pela FCC e pelas escolas.

diretora administrativa da FCC, Jamile Souza 
____________________

Neste ano, a Feira do Livro contou com sete estandes, que foram preenchidos pelas livrarias Oceano Livros, Livros e Cia, IL Distribuidora de Livros, Unilivros, Master’s Duel, Ilha Mágica Eventos e Kambuca Livros.

“A estrutura da feira foi de responsabilidade dos próprios livreiros. A Fundação Cultural disponibilizou o espaço e promoveu as apresentações culturais e literárias. Tivemos edições maiores, mas está tudo na mesma proporção. Alcançamos o nosso objetivo”, pondera Jamile. 

Todas as livrarias passaram por processo licitatório para poder participar da feira. Segundo a FCC, os livros infantis foram os mais vendidos, seguido dos títulos de autoconhecimento.