InternetData CenterAssinante

Case Garagem Duratex será apresentado na Expomais

Daniel Franco, vai explicar por que o grupo investiu na aproximação com as startups
Case Garagem Duratex será apresentado na Expomais
Foto: Divulgação
Por Redação Em 17/09/2019 às 22:32

Em sua quarta edição, a Expomais inova até na lista de profissionais convidados, trazendo ao evento palestrantes que estarão pela primeira vez se dirigindo ao público da região Sul catarinense. É o caso de Daniel Franco, diretor de Inovação da Duratex, que vai explicar por que o grupo investiu na aproximação com as startups e mostrar o cenário evolutivo desde a decisão tomada.

“Confesso que aguardo o evento com muita ansiedade e com as melhores expectativas possíveis. É um momento para compartilhar, aprender, ter um recuo para conhecer pessoas e fomentar networking bastante interessantes”, afirma o executivo.

Ele acredita que o público será formado por representantes de diferentes setores, mas que acabam enfrentando problemas comuns no dia a dia. “Espero compartilhar um pouco da nossa experiência com o Garagem Duratex e sem dúvida nenhuma aprender muito com os outros cases a serem apresentados durante a Expomais”, ressalta.

Segundo Franco, a ideia é compartilhar o caminho que está sendo trilhado pela empresa, rumo à aproximação com o ecossistema empreendedor, e um pouco da trajetória desde quando o grupo escolheu o Garagem Duratex como um dos principais meios para a conexão com as startups e scale-ups no setor de construção civil.

“Vamos compartilhar com o público os erros e acertos, para aquelas pessoas e empresas que estão buscando estabelecer uma relação mais estruturada com o ecossistema empreendedor. Espero que, contando um pouco da nossa trajetória, possa ajudar essas pessoas e empresas”, declara.

 

Início em 2017

O executivo conta que, em 2017, a Duratex tomou a decisão de revisitar sua estratégia e seu propósito. Com isso, uma nova ambição foi traçada e rapidamente constatou-se que, para materializá-la, junto com o novo propósito, a aproximação com o ecossistema empreendedor seria necessário.

“A ideia na palestra é explicar como a gente estruturou a estratégia de aproximação. Na época, havia quatro caminhos possíveis. Vamos apresentar esses caminhos e por que o Garagem Duratex foi o escolhido. Também mostrar o cenário evolutivo desde a decisão tomada, o processo em si, como as startups criaram valor para a Duratex e vice-versa”, comenta.

A empresa está com inscrições abertas para a segunda edição do Garagem Duratex, que propõe acelerar o desenvolvimento das selecionadas. “Obviamente, aprendemos bastante com o programa. Notamos que, apesar da motivação enorme em promover essa aproximação, a Duratex, como uma empresa mais tradicional, não estava preparada para lidar com as startups”, reconhece Franco.

“É impressionante como criamos barreiras burocráticas através dos anos. Conforme as empresas vão crescendo, elas vão criando estruturas e processos rigorosos de aprovação de fornecedores ou clientes. No mundo de hoje, com as empresas crescendo de maneira exponencial, acabamos perdendo a oportunidade de nos relacionar com elas, devido à complexidade do processo decisório”, analisa.

 

Equilíbrio

Franco cita como um dos grandes dilemas do processo de inovação o equilíbrio dado entre aquilo que pode fomentar uma base sólida para o desenvolvimento de um futuro próspero e as prioridades e compromissos de entrega de resultados no curto prazo.

“Não é uma equação fácil, mas precisamos lidar com isso e estruturar o processo de provocação de negócios, para tirar-nos da zona de conforto. No caso da Duratex, a inovação não é uma área isolada. Temos um núcleo formado por pessoas voluntárias, que se inscrevem para participar de uma mesa-redonda para tratar de assuntos estratégicos voltados à inovação”, descreve.

Colaboração: Andréia Limas e Deize Felisberto - Assessoria de Imprensa ExpoMais

Leia mais sobre: