InternetData CenterAssinante

Audiência pública irá definir contrato de programa entre Casan

O encontro acontecerá na próxima segunda-feira, na Câmara de Vereadores
Audiência pública irá definir contrato de programa entre Casan
Foto: Cris Freitas/Comunicação Nova Veneza
Por Redação Engeplus Em 08/11/2019 às 16:36

A fim de discutir e debater com a comunidade a prestação dos serviços oferecidos pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamentos (Casan), a Prefeitura de Nova Veneza promoverá na próxima segunda-feira, 11, às 19h, uma audiência pública na Câmara de Vereadores. 

O encontro tem o objetivo principal mostrar à população o novo contrato de programa que será assinado entre o Governo Municipal e a Casan. A nova forma de contratação está estabelecida pela Lei n° 11445/2007, que obriga os municípios a trocarem a forma de contratação dos serviços da empresa, que antigamente acontecia por contrato de concessão e agora passam a ser contratos de programas.

O contrato de programa é estudo de viabilidade econômico-financeira, o que garante maiores benefícios para ambas as partes. O tratado com a Casan está feito baseado nas necessidades do município e contempla como deve ser o tratamento dado a água tratada e ao seu destino final (esgoto sanitário), novas pavimentações e ampliação redes águas.

“Nós estamos negociando há algum tempo com a Casan. É muito importante a participação da comunidade para conhecer e apresentarmos o que significa esse programa de contrato para os próximos 30 anos. O município irá ter vários benefícios, entre eles, o saneamento básico, melhorias nas redes de abastecimento de água. O investimento está estimado em R$ 40 milhões. Outra reivindicação feita à Casan é a pavimentação da Barragem do Rio São Bento até a Linha Gava, um trecho de aproximadamente 4 quilômetros, e a mudança da rede de abastecimento na avenida José Ronchi e a repavimentação asfáltica desta via pública. Também será uma oportunidade de levar agua tratada da Casan nas comunidades de São Bento Alto, Rio Cedro Médio e São Bonifácio”, anunciou o prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo.