InternetData CenterAssinante

‘A diferença que ilumina’: obra infantil escrita por içarense recebe prêmio Monteiro Lobato

Henrique Ferresi, de 23 anos, escreveu seu primeiro livro e planeja os próximos
‘A diferença que ilumina’: obra infantil escrita por içarense recebe prêmio Monteiro Lobato
Foto: Rafaela Custódio
Por Rafaela Custódio Em 10/09/2019 às 09:13

Henrique Ferresi, de 23 anos, é formado em música pela Universidade Metropolitana de Santos (Unimes). Ele sempre gostou de arte, cultura e leitura e foi por meio dos livros que se apaixonou por contar histórias. Assim, ele escreveu sua primeira obra: “A diferença que ilumina”. 

O livro é infantil e recebeu o prêmio Monteiro Lobato. A obra foi lançada na Bienal, no Rio de Janeiro, e em outubro será lançada em Criciúma e Içara. “O livro fala sobre inclusão e sobre ser diferente. Trago sobre respeito e falo quem somos nós”, conta. “Ser diferente não é errado e minha história explica sobre isso”, acrescenta. 

Ferresi lembra que a história do livro foi contada em sala de aula para os alunos, já que ele é professor da rede municipal de Içara. “Eu vi um cometa e contei para meus alunos e como gravo todas as aulas, depois percebi que poderia escrever um livro com a história. Modifiquei algumas coisas, mas a essência é a mesma”, afirma. “Trago a inclusão no livro e por isso deu tão certo”, completa. 

Além de conquistar o prêmio Monteiro Lobato, o içarense também foi convidado a ingressar em duas academias internacionais. “Fui convidado pela academia Luminescense de devoção a Letras e Artes (França) e Cultive Art littérature Solidarité (Genebra). Tudo aconteceu muito rápido e estou muito feliz com tudo isso. Também encaminhei meus livros para escolas do Nordeste, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, para que cada pedaço do país recebesse minha obra”, conta. Se interessou em ler o livro de Ferresi? Entre em contato com o autor pelo Instagram.