InternetData CenterAssinante

Projeto Caixa Solidária beneficia 50 mil pessoas em três anos

Objetivo do projeto segue sendo ajudar pessoas que vivem em situação desfavorável
Projeto Caixa Solidária beneficia 50 mil pessoas em três anos
Foto: Divulgação
Por Redação Engeplus Em 05/12/2018 às 15:30

50 mil pessoas beneficiadas diretamente. Esse é o número de pessoas atendidas ao longo dos três anos de existência do Projeto Caixa Solidária, que iniciou suas atividades em 5 de dezembro de 2015. Na época, as Caixas Solidárias foram instaladas em Criciúma, e hoje já estão espalhadas por mais de 20 municípios de Santa Catarina.

De acordo com o idealizador, Mateus Rossi, o objetivo do projeto é o de oferecer uma oportunidade de mudança para pessoas que vivem em situação desfavorável. “O Projeto Caixa Solidária se baseia na conexão entre quem quer doar e quem mais precisa de ajuda, assim proporcionamos um futuro melhor às pessoas”, afirma.

O projeto segue uma linha de funcionamento, que começa com a doação de roupas, calçados, cobertores, brinquedos, fraldas, produtos de higiene pessoal e alimentos não perecíveis, no pontos de entrega voluntária, que seriam as Caixas Solidárias. Em um segundo momento acontece a coleta dessas doações de forma semanal. Posteriormente é realizada a triagem dos donativos, e em seguida uma parte dos donativos são doados para pessoas cadastradas no sistema social do município, defesa civil e demais entidades de assistência. Além disso, o projeto angaria fundos e promove iniciativas para atender os mais necessitados por meio de um bazar social, que foi o modelo encontrado para valorizar as doações recebidas e manter o projeto de forma sustentável.

Os itens depositados nas Caixas Solidárias e que são considerados deteriorados, por não apresentarem mais condições de reutilização, são destinados para reciclagem têxtil.

Dessa forma o Projeto Caixa Solidária apresenta números que vão além das 50 mil pessoas beneficiadas diretamente. “Nesses três anos mais de 100 toneladas de donativos foram arrecadados, 7,5 mil famílias receberam doações através da assistência social, 35 toneladas de tecidos foram encaminhadas para reciclagem têxtil e 40 mil itens foram vendidos no bazar social”, afirma Rossi, que faz questão de agradecer ao apoio dado ao projeto. "Somos muito gratos pelo apoio que recebemos de todos, em todos lugares onde chegamos com as Caixas Solidárias, e nosso desafio para mais um ano é o de ajudar ainda mais pessoas".

Para saber mais sobre como funciona o Projeto Caixa Solidária, você têm algumas opções, como visitar o pavilhão de 500m² exclusivo do projeto, localizado na rua rua Giácomo Sônego Neto, nº 336, no bairro Pinheirinho, em Criciúma, entrar em contato pelo telefone (48) 3045 - 3197 ou pelo e-mail contato@caixasolidaria.com.br, visitar o site www.caixasolidaria.com.br ou ainda acompanhar as redes sociais do projeto, Facebook e Instagram.