Geral

Adeus

Morre Zé Carlos, técnico do primeiro título estadual pelo Criciúma

Técnico conquistou primeiro Campeonato Catarinense em 1986

12
JUN
2018
| 11h58
11h58
Rafaela Custódio
Jornalista | Portal Engeplus
Escreva para a redação referente a esta matéria
Enviar mensagem

Este contato será envido de modo restrito para o jornalista.
Contribua com a matéria
Dúvidas, sugestões ou contribuições
Arquivo do Cruzeiro Esporte Clube

O ex-técnico do Criciúma e campeão do Campeonato Catarinense de 1986,  José Carlos Bernardo, conhecido como Zé Carlos, faleceu na manhã dessa terça-feira, dia 12, em  Contagem (MG), aos 73 anos.

Zé Carlos comandou o Criciúma em 133 jogos, venceu 64, empatou 36 e perdeu em 33 oportunidades. Além disso, ele conquistou o primeiro título catarinense do clube na era Criciúma.

O ex-técnico comandou o Criciúma em partidas pelo Campeonato Catarinense, Campeonato Brasileiro da Série A e B e também em amistosos, entre 1986 e 1988.

Jogador

Antes de iniciar a carreira como técnico, Zé Carlos atuou como meio-campista. O atleta conquistou diversos títulos ao longo de sua carreira e se destacou no Cruzeiro. No time mineiro ele venceu os campeonatos regionais de 1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1977, a Taça Brasil de 1966, a Libertadores da América de 1976 e também fez parte do time que conquistou o vice-campeonato brasileiro de 1974 e 1975. Também conquistou o Campeonato Brasileiro com o Guarani em 1978.

Além do Cruzeiro, Zé Carlos atuou no Sport Club Juiz de Fora, Guarani de Campinas, Vila Nova e também pela Seleção Brasileira.

Criciúma emite nota oficial

A direção do Criciúma por meio do site oficial do clube emitiu uma nota prestando condolências aos amigos e familiares de Zé Carlos.

Confira a nota na íntegra:

Faleceu nesta terça-feira (12/06) o ex-técnico do Criciúma, José Carlos Bernardo, conhecido como Zé Carlos. Ele foi o comandante do primeiro título do clube como Criciúma, o Campeonato Catarinense de 1986. Zé Carlos foi técnico pelo clube em mais de 130 partidas entre 1986 e 1988.

O Criciúma Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento e presta condolências aos amigos e familiares de Zé Carlos.

O clube decreta luto de três dias e o bandeirão do estádio Heriberto Hülse ficará a meio mastro no período.

 

Fala Leitor
Se você possui uma sugestão de pauta, artigo ou um fato que deseja noticiar, entre em contato conosco pelo Fala Leitor.
imagens recentes no Portal
Atrações especiais marcam aniversário de oito anos da Feira LivreExperiência de Oração será realizado neste fim de semanaMobilidade urbana norteia debate do Cultura AcicGestantes recebem orientações sobre gravidez e cuidados com os bebêsSuspeitos de cometerem homicídio são presosUnesc comemora 50 anos em evento com a participação da comunidade