InternetData CenterAssinante

Morre Zé Carlos, técnico do primeiro título estadual pelo Criciúma

Técnico conquistou primeiro Campeonato Catarinense em 1986
Morre Zé Carlos, técnico do primeiro título estadual pelo Criciúma
Foto: Arquivo do Cruzeiro Esporte Clube
Por Rafaela Custódio Em 12/06/2018 às 11:58

O ex-técnico do Criciúma e campeão do Campeonato Catarinense de 1986,  José Carlos Bernardo, conhecido como Zé Carlos, faleceu na manhã dessa terça-feira, dia 12, em  Contagem (MG), aos 73 anos.

Zé Carlos comandou o Criciúma em 133 jogos, venceu 64, empatou 36 e perdeu em 33 oportunidades. Além disso, ele conquistou o primeiro título catarinense do clube na era Criciúma.

O ex-técnico comandou o Criciúma em partidas pelo Campeonato Catarinense, Campeonato Brasileiro da Série A e B e também em amistosos, entre 1986 e 1988.

Jogador

Antes de iniciar a carreira como técnico, Zé Carlos atuou como meio-campista. O atleta conquistou diversos títulos ao longo de sua carreira e se destacou no Cruzeiro. No time mineiro ele venceu os campeonatos regionais de 1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1977, a Taça Brasil de 1966, a Libertadores da América de 1976 e também fez parte do time que conquistou o vice-campeonato brasileiro de 1974 e 1975. Também conquistou o Campeonato Brasileiro com o Guarani em 1978.

Além do Cruzeiro, Zé Carlos atuou no Sport Club Juiz de Fora, Guarani de Campinas, Vila Nova e também pela Seleção Brasileira.

Criciúma emite nota oficial

A direção do Criciúma por meio do site oficial do clube emitiu uma nota prestando condolências aos amigos e familiares de Zé Carlos.

Confira a nota na íntegra:

Faleceu nesta terça-feira (12/06) o ex-técnico do Criciúma, José Carlos Bernardo, conhecido como Zé Carlos. Ele foi o comandante do primeiro título do clube como Criciúma, o Campeonato Catarinense de 1986. Zé Carlos foi técnico pelo clube em mais de 130 partidas entre 1986 e 1988.

O Criciúma Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento e presta condolências aos amigos e familiares de Zé Carlos.

O clube decreta luto de três dias e o bandeirão do estádio Heriberto Hülse ficará a meio mastro no período.

 

Anúncio