InternetData CenterAssinante

Homem-Aranha Carvoeiro: a história por trás de uma brincadeira

Há uma semana, moradores encontram o personagem dos filmes nas ruas de Criciúma
Homem-Aranha Carvoeiro: a história por trás de uma brincadeira
Foto: Rafaela Custódio
Por Rafaela Custódio Em 09/08/2018 às 11:56

Há uma semana, um sonho de infância vem se tornando realidade para um homem de 30 anos. Fã do personagem Homem-Aranha, o rapaz resolveu comprar uma fantasia por R$ 300,00 e alegrar a vida de moradores de Criciúma e região. Parque das Nações, Praça Nereu Ramos e Shopping Della Giustina são alguns dos pontos em que o super-herói já esteve presente alegrando as crianças e fazendo a festa de quem passava pelo local.

Assim como o personagem, o Homem-Aranha Carvoeiro, como gosta de ser chamado, leva sua fantasia embaixo das roupas e está sempre pronto para arrancar o sorriso de alguém. “Nunca pensei em trabalhar com o personagem. A intenção é trazer diversão, sorrisos e, principalmente, alegria às crianças e também aos adultos, já que consigo com uma brincadeira arrancar os mais sinceros risos”, comentou.

O Homem-Aranha Carvoeiro possui rede social e já têm mais de 500 seguidores. Foi pela plataforma digital que os fãs começaram aparecer e trazer sugestões de lugares. “Tento atender e responder todo mundo. Já me pediram para ir a escolas e eu fui. Estive em lojas e tudo isso é uma surpresa”, ressaltou.

Identidade e família

A identidade do Homem-Aranha Carvoeiro não será revelada por ele. A intenção é manter o mistério. “Muitas pessoas próximas a mim não sabem que sou eu. Mandam-me mensagem pelas redes e nem imaginam que me conhecem”, explicou.

A família do super-herói apoia a causa e sabe que sempre foi o sonho dele viver tudo isso. “Sempre gostei do Homem-Aranha, não é recente esse gosto. Sempre tive vontade de comprar a fantasia, mas nunca tive condições. Agora tive e adquiri, foi o melhor que fiz”, ressaltou.

Divulgação

O Homem-Aranha Carvoeiro não é natural de Criciúma e, por isso, há a intenção de divulgar pontos turísticos. “Já estive em alguns lugares do município batendo fotos e mostrando nas redes sociais. Quero divulgar pontos da cidade e mostrar a beleza de Criciúma”, relatou.

Atualmente, ele já possui fotos em alguns lugares da cidade, mas segundo ele, ainda há muito para explorar. “Já tentei fazer foto em uma loja do bairro Pinheirinho, porém, não consegui. As fotos são feitas pela minha esposa, então, ela não pode andar sempre comigo porque vai desconfiar, isso é mais um fator que complica”, admitiu.

Referências ao personagem

Quem imagina que o Homem-Aranha Carvoeiro é apenas um cidadão diferente do personagem do Peter Parker, está enganado. Ele também é apaixonado por jornalismo, fotos e, principalmente, ama sua mulher. “São pilares que formam minha identidade, o amor, a espontaneidade e o jornalismo. Esses pilares fazem a diferença”, observou.

Salvar a vida dos cidadãos e lutar contra vilões não é bem o que fascina a versão carvoeira do super-herói. A ideia dele é arrancar sorrisos, fotos e espalhar amor pela região. “Não estou me vestindo e saindo às ruas para ganhar dinheiro, essa nunca foi a ideia e nunca será. Isso vai ser uma consequência, mas que não penso no momento”, revelou.

Amante do jornalismo, o Homem-Aranha Carvoeiro também já estudou teatro. “Sempre gostei de arte. Isso que estou fazendo não deixa de arte e cultura”, afirmou.

Com 30 anos, o homem se sente muito mais jovem. “Quando coloco a roupa do Homem-Aranha, eu realmente me transformo. Faço coisas que não faria sem a fantasia, é diferente. Ninguém vai entender. É um sonho”, garantiu.

Será difícil ver o Homem-Aranha Carvoeiro todos os dias nas ruas de Criciúma, mas é possível. “Sou um homem que trabalho, tenho família, vida social normal, assim como Peter”, avisou.

Neste sábado, dia 11, às 11h, o Homem-Aranha Carvoeiro estará na Praça Nereu Ramos, em Criciúma. “É Sábado Mais, com isso, estarei lá dando uma atenção às crianças e trazendo mais sorrisos”, finalizou.